Folha de S.Paulo

Colunistas

-

Excelente o texto de Cristina Serra (“Riem do que, senhores?”, Opinião, 18/9), e concordo plenamente, exceto que ela insiste no “processo golpista desde 2016”. Se o partido que venceu quatro eleições tivesse agido como Mujica, o país seria outro. Albino Bonomi (Ribeirão Preto, SP)

Fiquei sensibiliz­ado com o depoimento de Tabata Amaral (“Quando perdi meu pai”, Opinião, 18/9). Ela expôs o drama de sua família pelo alcoolismo de seu progenitor, o qual o levou a cometer suicídio. Queremos que o “Setembro Amarelo” seja permanente, e para isso é importante o apoio de figuras públicas. José Elias Aiex Neto, médico psiquiatra

(Foz do Iguaçu, PR)

Lindo texto de Milly Lacombe, sensível e amoroso (“Eu entro com o violão, você com o macarrão, e a gente faz uma história”, Folha Corrida, 19/9). Ela nos mostra a importânci­a do amor dos netos pelos avós, como também a verdadeira extensão do amor dos pais aos filhos. Parabéns, Milly, o amor e a dedicação aos filhos são a propulsão do amor, pela união da família.

Celia Regina F. Previato (São Paulo, SP)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil