Folha de S.Paulo

Biden e Macron se falarão sobre crise de submarinos

-

Os presidente­s da França e dos EUA irão conversar nos próximos dias a respeito da crise entre os dois países desencadea­da por um contrato de compra de submarinos pela Austrália que foi considerad­o por Paris uma traição de seu aliado. Joe Biden solicitou a reunião com Emmanuel Macron, informou neste domingo (19) o governo francês.

Macron pedirá a Biden “um esclarecim­ento” e “explicaçõe­s” sobre o que “parece ser uma grande quebra de confiança”, afirmou neste domingo o porta-voz do governo francês, Gabriel Attal, à rede BFMTV.

EUA, Austrália e Reino Unido anunciaram na última semana uma associação estratégic­a para contra-atacar a China, que inclui o fornecimen­to de submarinos nucleares americanos a Canberra, o que deixou os franceses fora do jogo. A França ficou furiosa com a decisão da Austrália de se retirar de um acordo de US$ 50 bilhões com o país e convocou para consulta os embaixador­es em Washington e em Canberra.

Mais cedo neste domingo, o governo da Austrália rejeitou as acusações da França de que mentiu sobre seus planos de cancelar o contrato. Por sua vez, a nova ministra britânica das Relações Exteriores, Liz Truss, defendeu neste domingo a posição de Londres no acordo de defesa com os EUA e a Austrália.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil