cur­si­nho

No se­gun­do ano da ca­te­go­ria, mar­cas di­vi­dem a li­de­ran­ça pe­la pri­mei­ra vez

Folha de S.Paulo - Saopaulo - - Contents - Luiz Cin­tra

Mal ter­mi­na o en­si­no mé­dio, a mai­or par­te dos alu­nos já se vê en­fren­tan­do um ano de cur­si­nho pa­ra po­der se pre­pa­rar pa­ra o ves­ti­bu­lar. Os no­mes mais lem­bra­dos pe­los pau­lis­ta­nos das clas­ses A e B são Ob­je­ti­vo (14%) e Eta­pa (13%). En­tre os en­tre­vis­ta­dos, 40% não sou­be­ram in­di­car um cur­si­nho.

Nas 11 uni­da­des pró­pri­as do Ob­je­ti­vo es­tu­dam ho­je 12,1 mil alu­nos, to­dos es­pa­lha­dos pe­la Gran­de São Pau­lo. Is­so sem fa­lar nas tur­mas que se­rão for­ma­das ao lon­go de 2018, co­mo as de maio e do se­mi-in­ten­si­vo.

“Em 2018, ain­da se­rão aber­tas mais uni­da­des con­ve­ni­a­das”, diz Vera Lúcia da Costa Antunes, pro­fes­so­ra de ge­o­gra­fia do cur­si­nho há mais de 40 anos e uma das co­or­de­na­do­ras do Ob­je­ti­vo, que abriu sua pri­mei­ra uni­da­de em São Pau­lo em 1965.

Em de­zem­bro da­que­le ano, dois es­tu­dan­tes de me­di­ci­na da USP (João Carlos Di Ge­nio e Drau­zio Va­rel­la, co­lu­nis­ta da Fo­lha) e dois mé­di­cos (Ro­ger Pat­ti e Ta­da­si It­to) abri­ram uma sa­la pa­ra dar au­las in­ten­si­vas a can­di­da­tos aos ves­ti­bu­la­res de me­di­ci­na. Com o su­ces­so nos re­sul­ta­dos dos ves­ti­bu­la­res, foi cri­a­do o Cur­so Ob­je­ti­vo, no­me da­do por Drau­zio.

Em 1966, das 1.030 va­gas de me­di­ci­na do ves­ti­bu­lar CESCEM (que pos­te­ri­or­men­te da­ria ori­gem à Fu­vest), 408 fo­ram pa­ra alu­nos do Ob­je­ti­vo. Já no ves­ti­bu­lar da San­ta Ca­sa, os apro­va­dos ul­tra­pas­sa­ram os 80%.

Pro­cu­ra­do pe­la Fo­lha, o Eta­pa não aten­deu a re­por­ta­gem.

Em São Pau­lo exis­te uma gran­de quan­ti­da­de de óti­mas uni­ver­si­da­des e fa­cul­da­des, por is­so é a me­lhor lo­ca­li­za­ção pa­ra o Ob­je­ti­vo

VERA LÚCIA DA COSTA ANTUNES

co­or­de­na­do­ra do Ob­je­ti­vo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.