Ma­ri­na Con­si­glio e Úr­su­la Pas­sos

Folha de S.Paulo - Saopaulo - - /bebida -

Inau­gu­ra­do em 2015, o ele­gan­te bar no lobby do ho­tel Mak­soud Pla­za es­treia sua quar­ta carta de drin­ques. Para acom­pa­nhar o jazz ao vi­vo da tri­lha do am­bi­en­te com lu­zes bai­xas, 15 be­bi­das que olham para o Ori­en­te.

O no­vo me­nu, de­se­nha­do por Spencer Ame­re­no Jr., ins­pi­ra-se no Ja­pão. “Ape­sar de eu nun­ca ter es­ta­do lá, a cul­tu­ra do país sempre foi uma ins­pi­ra­ção para o meu tra­ba­lho, in­clu­si­ve pe­lo im­pac­to que os bar­ten­ders ja­po­ne­ses ti­ve­ram na co­que­te­la­ria mun­di­al”, ex­pli­ca ele, elei­to, jun­to com Már­cio Sil­va, do Gui­lho­ti­na, me­lhor bar­man do ano pe­lo jú­ri d’O Me­lhor de são­pau­lo.

O Frank acu­mu­la men­ções na pre­mi­a­ção pro­mo­vi­da pe­la re­vis­ta: já ga­nhou co­mo me­lhor bar (2016 e 2017), me­lhor me­nu de drin­ques (2016), me­lhor co­que­te­la­ria (2018) e me­lhor bar­ten­der (2017 e 2018).

Em 2017, apa­re­ceu, pe­la pri­mei­ra vez, no ran­king World’s 50 Best Bar, que ele­ge os cem me­lho­res en­de­re­ços do ra­mo no mun­do. Foi o me­lhor co­lo­ca­do en­tre os bra­si­lei­ros, na 66ª posição. As ou­tras du­as ca­sas lis­ta­das são o Gui­lho­ti­na (73º), em Pi­nhei­ros, e o SubAs­tor (90º), na Vi­la Ma­da­le­na.

Co­mo nas se­le­ções an­te­ri­o­res, há drin­ques au­to­rais, cri­a­dos pe­la casa, e re­lei­tu­ras de re­cei­tas an­ti­gas, en­con­tra­das em pes­qui­sas de me­nus de ou­tros tem­pos. O Al­gon­quin Cock­tail, por exem­plo, que mis­tu­ra bour­bon, ver­mu­te, xa­ro­pe de cas­ca de aba­ca­xi e bit­ters, foi lan­ça­do em 1930 pe­lo ho­tel Al­gon­quin, em Nova York. Já o Han­ni­bal Ham­lin, com brandy de je­rez e rum, da­ta de 1891.

En­tre as no­vas cri­a­ções há o A Dog Na­med Dai­qui­ri, com rum, um­bu, li­mão e aba­ca­xi, e o Bra­ce (ve­ja re­cei­ta ao la­do), que le­va o vi­nho hún­ga­ro to­ka­ji. De cor ou­ro e sa­bor açu­ca­ra­do, foi pro­cla­ma­do por Luís 14 co­mo “o vi­nho dos reis, o rei dos vi­nhos”.

“A nova carta do Frank faz uma ho­me­na­gem ex­plí­ci­ta e evi­den­cia uma in­fluên­cia que sempre es­te­ve pre­sen­te”, diz Spencer. “Is­so não se sig­ni­fi­ca que va­mos ape­nas ser­vir drin­ques ja­po­ne­ses. Con­ti­nu­a­mos o mes­mo bar, in­ti­mis­ta, com o jazz ro­lan­do, mas ago­ra te­mos a pre­sen­ça des­sa es­té­ti­ca bem característica”, com­ple­ta. ★

/Frank Bar. Ingredientes:

BRA­CE Co­que­tel au­to­ral Uís­que Chi­vas 12 Vi­nho to­ka­ji se­co Ma­çã ver­de fres­ca ma­ce­ra­daXa­ro­pe ca­sei­ro de ave­lãSu­co fres­co de li­mão-tai­ti

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.