CRÍ­TI­CA

Com tra­di­ção na área des­de 1950, fa­mí­lia Ta­ti­ni abre o ele­gan­te Ca­si­mi­ro

Folha de S.Paulo - Saopaulo - - #392 Índice -

Res­tau­ran­te ita­li­a­no Ca­si­mi­ro abre nos Jar­dins

Thi­a­go Ta­ti­ni, 26, her­dou o gos­to pe­la co­zi­nha —e o de­sa­fio de con­du­zi-la pro­fis­si­o­nal­men­te— de sua fa­mí­lia, tra­di­ci­o­nal na his­tó­ria da res­tau­ra­ção em São Pau­lo. Da mais no­va ge­ra­ção dos Ta­ti­ni, ele es­tá à fren­te do Ca­si­mi­ro, re­cém-aber­to no quar­to an­dar do pré­dio na es­qui­na da ala­me­da San­tos com a rua Au­gus­ta, em um sa­lão es­pe­ci­al­men­te ele­gan­te.

O Ca­si­mi­ro, em es­sên­cia, car­re­ga o DNA des­sa fa­mí­lia de imi­gran­tes ita­li­a­nos, com ne­gó­ci­os no ra­mo des­de a dé­ca­da de 1950. Man­te­ve em seu car­dá­pio, por­tan­to, re­cei­tas que mar­cam sua his­tó­ria na ci­da­de, com pra­tos fi­na­li­za­dos no sa­lão.

Exa­la, a um só tem­po, cer­to fres­cor, um ar mo­der­no e sin­to­ni­za­do com o pre­sen­te. Dis­pen­sa to­a­lhas de mesa e ado­ta lou­ças de ce­râ­mi­ca, por exem­plo, ain­da que in­vis­ta em ta­lhe­res de pra­ta, ta­ças de cris­tal e ré­chauds de pra­ta, re­ser­va­dos a uma área do sa­lão.

No car­dá­pio, no­tam-se pre­pa­ros mais le­ves e me­nos gor­du­ro­sos, pre­sen­ça mais va­ri­a­da de sa­la­das e es­me­ro na fi­na­li­za­ção.

Des­ta­ca-se o es­pa­gue­te ao vôn­go­le (R$ 82), cu­ja mas­sa, em bom pon­to, traz mo­lus­cos car­nu­dos, re­ce­bi­dos fres­cos de San­ta Ca­ta­ri­na. São em­ba­la­dos em um pou­co da água do co­zi­men­to, que lhes dá cre­mo­si­da­de, com er­vas e alho —tem­pe­ro ti­nin­do e per­fu­ma­do.

O ste­ak à Di­a­na, po­rém, tem apre­sen­ta­ção bru­ta e cus­ta R$ 94. Ex­ces­so de mo­lho de to­ma­te sur­ge em de­se­qui­lí­brio e apa­ga o mo­lho rô­ti no qual pail­lard e ar­roz são en­vol­tos.

Os pra­tos com ca­ma­rão têm preços exor­bi­tan­tes —ri­so­to sai por R$ 190, fet­tuc­ci­ne, R$ 179. Es­ses crus­tá­ce­os (dou­ra­dos, vis­to­sos e ro­li­ços, mas le­ve­men­te pas­sa­dos do pon­to) tam­bém acom­pa­nham o lin­gua­do san­tis­ta (úmi­do, su­a­ve, fei­to na chur­ras­quei­ra de car­vão, que lhe em­pres­ta com­ple­xi­da­de) com le­gu­mes fir­mes e vi­ço­sos, uma be­le­za (R$ 112).

Drin­ques do cra­que Ken­nedy Nas­ci­men­to são lis­ta­dos no bar. Dos vi­nhos, va­le aten­tar-se ao pre­ço. Meia gar­ra­fa do pi­not noir chi­le­no da Viña Car­men cus­ta R$ 85 (375 ml) —e na im­por­ta­do­ra, cer­ca de R$ 95 a gar­ra­fa (750 ml).

En­tra­da de co­gu­me­los no azei­te com sal­si­nha e alho

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.