A área es­ta­du­al. São ques­tões nos­sas, pre­ci­sa­mos ter res­sar­ci­men­to de da­nos.

Folha De S.Paulo - - Poder -

Cri­mi­nal­men­te, o ca­so Paulo Pre­to, que foi de­nun­ci­a­do pe­lo Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral, tem o te­or do que foi in­ves­ti­ga­do pe­lo MP...

Es­sa in­ves­ti­ga­ção co­me­çou no Mi­nis­té­rio Pu­bli­co de São Paulo. O pro­mo­tor que es­ta­va na im­pro­bi­da­de era o Au­gus­to Ros­si­ni que tra­ba­lhou jun­to com o pro­mo­tor cri­mi­nal Cas­sio Con­se­ri­no e ali sur­giu de­la­ção pre­mi­a­da e in­ves­ti­ga­ção en­vol­ven­do es­ses mes­mos fa­tos que ho­je es­tão sen­do ob­je­to de de­nún­cia fe­de­ral.

As de­nún­ci­as fo­ram ofe­re­ci­das

Nem sem­pre es­sa ques­tão é tão pa­cí­fi­ca, por­que tem di­nhei­ro fe­de­ral e es­ta­du­al, en­tão a in­ves­ti­ga­ção às ve­zes é fei­ta aqui. Pa­ra nós, o mais im­por­tan­te é fa­zer a in­ves­ti­ga­ção. A Jus­ti­ça com­pe­ten­te pa­ra jul­gar é uma ques­tão a ser a ser de­fi­ni­da ju­di­ci­al­men­te. O im­por­tan­te é fa­zer a in­ves­ti­ga­ção e le­var ao ju­di­ciá­rio. Pen­sa em al­gum ti­po de me­di­da que im­pe­ça pro­cu­ra­dor­ge­ral de se tor­nar mem­bro da cú­pu­la do Exe­cu­ti­vo?

Es­sas me­di­das já exis­tem. A Cons­ti­tui­ção proí­be saí­da de re­pre­sen­tan­tes de Mi­nis­té­rio Pú­bli­co pa­ra exer­cer car­gos no Exe­cu­ti­vo, com ex­ce­ção da­que­les que in­gres­sa­ram an­tes da Cons­ti­tui­ção de 1988. A ge­ra­ção da­que­les que in­gres­sa­ram an­tes e já es­tá em apo­sen­ta­do­ria [pró­xi­ma]. Há pro­pos­tas de qua­ren­te­na [após saí­da do MP], que es­tão no Es­sa si­tu­a­ção ocor­reu di­ver­sas ve­zes an­tes no es­ta­do de São Paulo. Não aca­ba afe­tan­do a ima­gem do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co?

Não. Quem sai da car­rei­ra sai em es­ta­do in­di­vi­du­al. O Mi­nis­té­rio Pú­bli­co tem um con­jun­to de ga­ran­ti­as, de prer­ro­ga­ti­vas, que faz com que to­dos os to­dos os seus mem­bros pos­sam exer­cer su­as ati­vi­da­des com téc­ni­ca, pro­fis­si­o­na­lis­mo, isen­ção. Não ve­jo ne­nhum pre­juí­zo ins­ti­tu­ci­o­nal com a saí­da ou não saí­da de co­le­gas.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.