De­nún­ci­as de abu­so se­xu­al le­vam Pu­lit­zer

Re­por­ta­gens do jor­nal The New York Ti­mes e da re­vis­ta The New Yor­ker di­vi­dem título prin­ci­pal do prê­mio em 2018

Folha De S.Paulo - - Mundo -

The Washing­ton Post é pre­mi­a­do por de­nun­ci­ar re­pu­bli­ca­no por as­sé­dio se­xu­al con­tra ado­les­cen­tes

O jor­nal The New York Ti­mes e a re­vis­ta The New Yor­ker ven­ce­ram nes­ta se­gun­da (16) a prin­ci­pal ca­te­go­ria do prê­mio Pu­lit­zer em 2018 por de­nún­ci­as de as­sé­dio e es­tu­pro con­tra fi­gu­rões da im­pren­sa e do ci­ne­ma nos EUA.

En­tre os acu­sa­dos es­tão o pro­du­tor Har­vey Weins­tein, res­pon­sá­vel por fil­mes co­mo “Pulp Fic­ti­on”, e Bill O’Reilly, ex-ân­co­ra da Fox News.

As re­por­ta­gens fo­ram lau­re­a­das na ca­te­go­ria “ser­vi­ço pú­bli­co”, uma das mais no­bres do prê­mio. Os tra­ba­lhos de­ram for­ça a uma on­da de acu­sa­ções con­tra fi­gu­rões co­mo o ator Ke­vin Spa­cey e o di­re­tor da Pi­xar John Las­se­ter, e, ao fim de 2017, de­sa­gua­ram no #MeToo (#eutam­bém).

O mo­vi­men­to ins­pi­rou mu­lhe­res em to­do o mun­do —in­clu­si­ve no Bra­sil— a re­la­ta­rem epi­só­di­os de abu­so em seus am­bi­en­tes de tra­ba­lho.

Cri­mes con­tra a dig­ni­da­de se­xu­al ins­pi­ra­ram tam­bém o prê­mio na ca­te­go­ria “re­por­ta­gem in­ves­ti­ga­ti­va”, con­fe­ri­do ao Washing­ton Post.

O jor­nal foi re­co­nhe­ci­do pe­lo tra­ba­lho de dez jor­na­lis­tas que re­ve­la­ram abu­sos se­xu­ais do po­lí­ti­co Roy Mo­o­re con­tra ga­ro­tas ado­les­cen­tes.

Can­di­da­to re­pu­bli­ca­no ao Se­na­do pe­lo Ala­ba­ma, ele de­sis­tiu após as re­ve­la­ções —não sem an­tes in­ti­mi­dar e ame­a­çar pro­fis­si­o­nais do jor­nal. RE­FLE­XOS RÁ­PI­DOS A Re­da­ção do jor­nal The Press-De­mo­crat, em San­ta Rosa, Ca­li­fór­nia, foi pre­mi­a­da na ca­te­go­ria “no­tí­ci­as ur­gen­tes” pe­la co­ber­tu­ra dos in­cên­di­os flo­res­tais que atin­gi­ram a re­gião em 2017.

The New York Ti­mes e The Washing­ton Post di­vi­di­ram o título de “re­por­ta­gem na­ci­o­nal”, por tra­ba­lhos so­bre a in­fluên­cia rus­sa nas elei­ções nor­te-ame­ri­ca­nas de 2016.

Já o prê­mio pa­ra me­lhor fo­to­gra­fia foi con­fe­ri­do a Ryan Kelly, do jor­nal The Daily Pro­gress. Ele cli­cou o mo­men­to em que um car­ro atro­pe­lou pes­so­as em Char­lot­tes­vil­le, na Vir­gí­nia, EUA, em pro­tes­to con­tra um ato, di­as an­tes, de su­pre­ma­cis­tas ra­ci­ais.

Cha­ma­da de “ar­re­pi­an­te”, a ima­gem foi cre­di­ta­da pe­lo jú­ri aos “re­fle­xos e à con­cen­tra­ção” do pro­fis­si­o­nal.

Cri­a­do em 1917 com fun­dos do mag­na­ta de mídia Jo­seph Pu­lit­zer (1847-1911), o prê­mio anu­al mi­ra des­ta­ques da im­pren­sa nos EUA. São re­co­nhe­ci­dos tra­ba­lhos em 21 ca­te­go­ri­as, to­dos com prê­mi­os de US$ 15 mil (R$ 51,3 mil), à ex­ce­ção da ca­te­go­ria “ser­vi­ço pú­bli­co”, que con­fe­re aos lau­re­a­dos uma me­da­lha de ou­ro.

Ryan M. Kelly, The Daily Pro­gress - 12.ago.2017/Reu­ters

Car­ro atin­ge pes­so­as em pro­tes­to con­tra su­pre­ma­cis­tas em Char­lot­tes­vil­le, Vir­gí­nia (EUA), em re­gis­tro de Ryan Kelly pre­mi­a­do na ca­te­go­ria Fo­to­gra­fia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.