Fun­da­dor da Net­flix cri­ti­ca Fa­ce­bo­ok por cres­cer rá­pi­do e diz ser an­ti-Ap­ple

Folha de S.Paulo - - Mercado - FERNANDA EZABELLA

FO­LHA,

Mem­bro do con­se­lho do Fa­ce­bo­ok, o fun­da­dor da Net­flix não pou­pou elo­gi­os a Mark Zuc­ker­berg, du­ran­te even­to na se­ma­na pas­sa­da, mas ad­mi­tiu que a re­de so­ci­al es­tá ten­tan­do cres­cer de for­ma mui­to rá­pi­da.

“Mark é um ser hu­ma­no fan­tás­ti­co, pri­mei­ra clas­se. Ele es­tá li­de­ran­do o co­man­do pa­ra con­ser­tar o Fa­ce­bo­ok, es­tá bem en­tu­si­as­ma­do com is­to”, dis­se Re­ed Has­tings, pre­si­den­te-exe­cu­ti­vo da Net­flix, na con­fe­rên­cia TED, an­tes de re­co­nhe­cer que o si­te não es­tá sen­do cri­ti­ca­do de “for­ma com­ple­ta­men­te in­jus­ta”.

“Es­sas pla­ta­for­mas so­ci­ais, se­ja Fa­ce­bo­ok, se­ja You­Tu­be, es­tão cla­ra­men­te ten­tan­do cres­cer de for­ma rá­pi­da. A gen­te vê is­so com to­das as no­vas tec­no­lo­gi­as”, con­ti­nu­ou, ci­tan­do os me­dos que vi­e­ram com a che­ga­da da TV e as pro­fe­ci­as de que iria apo­dre­cer a men­te de to­dos. “No fim, to­do o mun­do fi­cou bem, hou­ve al­guns ajus­tes. E, nas mí­di­as so­ci­ais, es­ta­mos ain­da des­co­brin­do.”

Has­tings cri­ou a Net­flix há 20 anos, pri­mei­ro co­mo pla­ta­for­ma de alu­guel de DVDs, de­pois co­mo si­te de stre­a­ming. Ele dis­se que foi “as­sus­ta­dor” mu­dar seu ti­po de ne­gó­cio e apos­tar to­das as fi­chas em con­teú­do ori­gi­nal, co­mo foi o ca­so de “Hou­se of Cards”, em 2013, um in­ves­ti­men­to de US$ 100 mi­lhões.

“Nas­ce­mos em DVD e sa­bía­mos que se­ria tem­po­rá­rio. Ha­via uma pa­ra­noia do que se­ria o pró­xi­mo pas­so”, dis­se o fun­da­dor, que gos­ta de com­pa­rar a cul­tu­ra de sua em­pre­sa co­mo “an­ti-Ap­ple”. “To­do o mun­do tem aces­so a to­das as in­for­ma­ções, não é co­mo na Ap­ple, on­de eles di­vi­dem em com­par­ti­men­tos.”

Quan­do a Net­flix abriu ca­pi­tal, em 2002, ti­nha 600 mil as­si­nan­tes, an­te os mais de 100 mi­lhões de ho­je.

Pa­ra 2018, a em­pre­sa quer in­ves­tir US$ 8 bi­lhões em con­teú­do, in­cluin­do cin­co pro­du­ções brasileiras.

Ryan Lash/Di­vul­ga­ção/TED

Re­ed Has­tings, da Net­flix, na TED, em Vancouver (Ca­na­dá)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.