Se­ma­na dos can­di­da­tos

To­do do­min­go es­te es­pa­ço vai sa­ti­ri­zar a agenda dos pre­si­den­ciá­veis

Folha de S.Paulo - - Eleições 2018 - Re­na­to Ter­ra Ro­tei­ris­ta e au­tor de “Diá­rio da Dil­ma”. Dirigiu o do­cu­men­tá­rio “Uma Noi­te em 67”

Al­va­ro Dias fez bron­ze­a­men­to ar­ti­fi­ci­al e, com fi­ta iso­lan­te, de­li­ne­ou o no­me de Ser­gio Mo­ro no pei­to­ral. No res­to da se­ma­na, fez cor­po a cor­po, sem ca­mi­sa, na Ilha de Caras.

Ca­bo Da­ci­o­lo com­pro­vou, em no­me de Je­sus, que os il­lu­mi­na­ti mo­ram den­tro das ur­nas ele­trô­ni­cas. Fo­ra de si, al­te­rou o layout do Gmail. No res­to da se­ma­na, re­ti­rou-se nas mon­ta­nhas para ter­mi­nar o fu­tu­ro best-sel­ler “O Có­di­go Da­ci­o­lo”.

Ci­ro Gomes fi­cou ani­ma­do com a re­per­cus­são da can­to­ria com Ca­e­ta­no Veloso e Ti­co San­ta Cruz e lan­çou um dis­co com can­ções para relaxar. Sua mú­si­ca de tra­ba­lho se­rá “Ma­da­na Moha­na Mu­ra­ri”, do Ho­mem de Bem. No res­to da se­ma­na, es­tu­dou, em Har­vard, so­bre as va­ri­a­ções da es­ca­la pen­tatô­ni­ca e sua in­ter­re­la­ção com ju­ros com­pos­tos. Fer­nan­do Had­dad in­ter­rom­peu um ca­fe­zi­nho com elei­to­res bem na ho­ra de pa­gar a conta, vo­ou até Cu­ri­ti­ba para per­gun­tar ao ex-presidente Lu­la: pa­go com crédito ou com dé­bi­to? Apro­vei­tou a vi­a­gem para emen­dar ques­tões que ca­lam fun­do na hu­ma­ni­da­de há sé­cu­los, tais co­mo “O que é que eu vou fa­zer com es­sa tal liberdade?” ou “Qual a di­fe­ren­ça entre o charme e o funk?”. Se elei­to, Fer­nan­do Had­dad promete re­ve­lar as res­pos­tas.

Ge­ne­ral Hamilton Mou­rão con­se­guiu, na se­gun­da-fei­ra, uma li­mi­nar na Jus­ti­ça Mi­li­tar para as­su­mir a agenda de Jair Bol­so­na­ro. Na ter­ça-fei­ra, declarou que, se elei­to, o gol­pe se­rá len­to, gra­du­al e se­gu­ro. Na quar­ta, re­no­vou seu es­to­que de ta­ble­ti­nho San­tan­to­nio para man­ter su­as ma­dei­xas ne­gras co­mo a asa da graú­na. Na quin­ta-fei­ra, de­tec­tou anar­quia na cam­pa­nha de Gui­lher­me Bou­los e as­su­miu seus vo­tos. Na sex­ta, deu um gol­pe den­tro do gol­pe den­tro do gol­pe e foi andar a ca­va­lo.

Ge­ral­do Alck­min gra­vou um ví­deo para res­pon­der a DR pú­bli­ca ini­ci­a­da por seu ex Mi­chel Te­mer: “De­vol­va o Ne­ru­da que você me to­mou. E nun­ca leu”, dis­se o tu­ca­no, es­can­din­do as sí­la­bas. Em se­gui­da, fez ati­vi­da­des que não des­per­ta­ram interesse de nin­guém.

Ma­ri­na Silva ca­mi­nhou, com cor­re­li­gi­o­ná­ri­os, entre as do­bras da oi­ta­va di­men­são. En­quan­to sub­ver­tia o es­pa­ço-tem­po, con­ver­sou com di­ver­sos “eus” da sex­ta di­men­são sob o vér­ti­ce da re­fa­zen­da. Em se­gui­da, vo­ou para Ga­lá­pa­gos.

Es­ta é a quar­ta co­lu­na que não ci­ta João Amoê­do —o mer­ca­do re­a­giu ele­van­do a co­ta­ção do dó­lar para 200 bit­coins.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.