Ban­ca­da pe­la Chi­na, pon­te sus­pen­sa em Mo­çam­bi­que se­rá a mai­or da Áfri­ca

Folha de S.Paulo - - Mundo - Ra­fa­el Ba­la­go

são pau­lo Mo­çam­bi­que inau­gu­ra nes­te sá­ba­do (10) a mai­or pon­te sus­pen­sa da Áfri­ca, cons­truí­da por uma em­pre­sa da Chi­na e pa­ga com em­prés­ti­mos ofe­re­ci­dos por Pe­quim.

A pon­te Ma­pu­to-Ka­tem­be tem dois quilô­me­tros e li­ga a ca­pi­tal do país à ou­tra mar­gem da baía de Ma­pu­to, no oce­a­no Ín­di­co. O vão prin­ci­pal tem 700 me­tros de ex­ten­são.

A cons­tru­ção bus­ca fa­ci­li­tar a li­ga­ção da ca­pi­tal mo­çam­bi­ca­na com a es­tra­da que le­va pa­ra a Áfri­ca do Sul. A ex­pec­ta­ti­va é que a conexão es­ti­mu­le a eco­no­mia e o tu­ris­mo de Mo­çam­bi­que.

A obra foi er­gui­da por uma em­pre­sa chi­ne­sa e faz par­te de um con­jun­to de es­tra­das que so­mam 187 quilô­me­tros. O con­tra­to cus­tou ao to­do US$ 785 mi­lhões (R$ 2,94 bi­lhões), e 95% des­se va­lor foi ban­ca­do por em­prés­ti­mos ob­ti­dos com a Chi­na.

A tra­ves­sia te­rá co­bran­ça de pe­dá­gio, que cus­ta­rá de 160 a 1.200 me­ti­cais (cer­ca de R$ 10 e R$ 74, res­pec­ti­va­men­te).

Os va­lo­res fo­ram ques­ti­o­na­dos pe­los mo­to­ris­tas, que dis­se­ram ter di­fi­cul­da­des pa­ra ar­car com o gas­to diá­rio. “Es­sa pon­te veio pa­ra be­ne­fi­ci­ar os tu­ris­tas”, dis­se Es­pe­ran­ça Se­ve­ri­no, mo­ra­do­ra de Ka­tem­be, ao si­te O País.

Co­mo res­pos­ta às quei­xas, o go­ver­no pro­me­teu dar des­con­to pa­ra usuá­ri­os fre­quen­tes. Quem fi­zer mais de 60 vi­a­gens por mês pa­ga­rá 64 me­ti­cais (R$ 4) por pas­sa­gem.

O sa­lá­rio mí­ni­mo em Mo­çam­bi­que va­ria de acor­do com ca­da se­tor da eco­no­mia. O mais bai­xo, pa­ra pes­ca­do­res, é de 4.063 me­ti­cais (R$ 285) men­sais. Quem tra­ba­lha com ser­vi­ços fi­nan­cei­ros tem o va­lor mais ele­va­do: re­ce­be ao me­nos 11.987 me­ti­cais (R$ 740).

A ci­da­de de Ma­pu­to tem 1,1 mi­lhão de ha­bi­tan­tes, se­gun­do o cen­so de 2017. A ex­pec­ta­ti­va é que 4.000 veí­cu­los atra­ves­sem a pon­te di­a­ri­a­men­te. O ser­vi­ço de bal­sas que ope­ra atu­al­men­te é ca­paz de le­var ape­nas 200 au­to­mó­veis por dia, nu­ma vi­a­gem que po­de du­rar até três ho­ras. Com a pon­te, a tra­ves­sia de­ve ser fei­ta em cer­ca de dez mi­nu­tos.

Pe­quim tem atu­a­do em gran­des pro­je­tos em Mo­çam­bi­que, co­mo a cons­tru­ção das no­vas se­des da As­sem­bleia da Re­pú­bli­ca e da Pro­cu­ra­do­ri­aGe­ral do país. Em maio, os chi­ne­ses anun­ci­a­ram in­ves­ti­men­tos pa­ra cons­truir um ae­ro­por­to e o lan­çar um ser­vi­ço de te­le­vi­são por sa­té­li­te pa­ra al­dei­as re­mo­tas.

Di­vul­ga­ção

Mai­or pon­te sus­pen­sa da Áfri­ca li­ga­rá Ma­pu­to a Ka­tem­be, em Mo­çam­bi­que

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.