Em vo­ta­ção, es­ta­do da Fló­ri­da de­ci­de proi­bir cor­ri­da de gal­gos

Folha de S.Paulo - - Folhacorrida - Lí­via Mar­ra Fa­bi­an Bim­mer/Reu­ters

são pau­lo Além das elei­ções le­gis­la­ti­vas de meio de man­da­to, os ame­ri­ca­nos vo­ta­ram em ini­ci­a­ti­vas lo­cais, na ter­ça (6). Na Fló­ri­da, os elei­to­res de­ci­di­ram ba­nir as cor­ri­das de gal­gos, e as apos­tas fi­cam proi­bi­das a par­tir de 2021.

O es­ta­do abri­ga 12 das 18 pis­tas dos EUA, en­quan­to cer­ca de 40 es­ta­dos proí­bem apos­tas nes­se ti­po de cor­ri­da, se­gun­do a agên­cia AFP. A prá­ti­ca se­rá man­ti­da em ou­tros cin­co es­ta­dos, de acor­do com a As­so­ci­a­ted Press.

As com­pe­ti­ções en­vol­ven­do cães são con­si­de­ra­das cruéis pe­los de­fen­so­res de ani­mais. Eles apon­tam, em mé­dia, du­as mor­tes se­ma­nais por do­en­ças ou le­sões en­tre os 8.000 cães de cor­ri­da do es­ta­do.

“Mi­lha­res de cães se­rão pou­pa­dos de dor e so­fri­men­to que são ine­ren­tes à in­dús­tria de cor­ri­das de gal­gos”, es­cre­veu a Hu­ma­ne So­ci­ety em re­de so­ci­al. No mes­mo dia da elei­ção, a ONG pu­bli­cou ima­gem de Clip­per e Leia. Os dois cães, res­ga­ta­dos e que atu­al­men­te vi­vem na ca­sa de uma fa­mí­lia, pas­sa­ram anos nas pis­tas, obri­ga­dos a cor­rer pa­ra o en­tre­te­ni­men­to das pes­so­as, e vi­vi­am con­fi­na­dos em pe­que­nas gai­o­las, in­for­mou o gru­po.

A de­ci­são de­sa­gra­dou aos or­ga­ni­za­do­res e cri­a­do­res. Eles afir­mam que a in­dús­tria de cor­ri­das é res­pon­sá­vel por cer­ca de 3.000 em­pre­gos, que os cães são mais bem tra­ta­dos do que a mai­o­ria dos ani­mais de es­ti­ma­ção e que gos­tam das cor­ri­das, con­for­me a As­so­ci­a­ted Press.

A pre­o­cu­pa­ção ago­ra é com o des­ti­no des­ses ani­mais. Mui­tos de­les pre­ci­sa­rão de uma ca­sa, e os pro­te­to­res já co­me­çam a se mo­bi­li­zar.

A di­re­to­ra da Hu­ma­ne So­ci­ety na Fló­ri­da, Ka­te MacFall, dis­se à re­de NBC News que já tem re­ce­bi­do li­ga­ções de possíveis ado­tan­tes.

Ela afir­ma que os cães são “gi­gan­tes gen­tis”. “Eles são bi­chi­nhos in­crí­veis, mui­to gen­tis e do­ces.”

O ou­tro la­do tam­bém diz es­tar em­pe­nha­do pa­ra o be­mes­tar dos ani­mais as­sim que as cor­ri­das ces­sa­rem. “Fa­re­mos tu­do o que pu­der­mos pa­ra ga­ran­tir que ca­da um de­les se­ja ado­ta­do”, dis­se à NBC News Jim Gar­tland, di­re­tor-exe­cu­ti­vo da Na­ti­o­nal Greyhound As­so­ci­a­ti­on, que reú­ne a in­dus­tria da cor­ri­da.

Greyhounds dis­pa­ram du­ran­te cor­ri­da em pis­ta de apos­tas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.