In­de­pen­den­te, en­con­trou nos ca­va­los a pai­xão de uma vi­da

Folha de S.Paulo - - Cotidiano - Fer­nan­da Ca­no­fre co­lu­na.obi­tu­a­[email protected]­po­fo­lha.com.br

Nos di­as em que tinha pro­vas de ades­tra­men­to, a ama­zo­na Syl­via Racy cos­tu­ma­va co­lo­car os fi­lhos no car­ro e se­guir con­cen­tra­da pa­ra o lo­cal. En­quan­to di­ri­gia, re­pas­sa­va, em voz al­ta, to­das as le­tras e mo­vi­men­tos que te­ria que exe­cu­tar na pis­ta.

A mo­da­li­da­de mais clás­si­ca do hi­pis­mo é co­mo um ba­lé. Téc­ni­co e ra­ci­o­nal, exi­ge que o atle­ta exe­cu­te de me­mó­ria passos de­fi­ni­dos pe­lo re­gu­la­men­to do es­por­te, em sequên­ci­as pre­es­ta­be­le­ci­das e an­da­du­ras na­tu­rais, co­mo pas­so, tro­te e ga­lo­pe. Tu­do is­so en­quan­to man­tém seu ca­va­lo cal­mo e à von­ta­de na pis­ta.

Fi­lha de fa­zen­dei­ro, na­tu­ral de Pre­si­den­te Pru­den­te, no in­te­ri­or de São Pau­lo, Syl­via apren­deu a mon­tar e a es­tar per­to dos ca­va­los des­de cri­an­ça. Vi­rou a gran­de pai­xão de sua vi­da.

Com o tem­po, as­so­ci­ou-se ao tra­di­ci­o­nal Clu­be Hí­pi­co de San­to Ama­ro, na ca­pi­tal, e passou a co­le­ci­o­nar prê­mi­os pau­lis­tas e na­ci­o­nais na pra­te­lei­ra. Che­gou per­to de re­pre­sen­tar o país na Olim­pía­da de Mu­ni­que, em 1972.

Syl­via her­dou mui­to da mãe, a li­ba­ne­sa Ode­te, fi­lha de um mé­di­co que ha­via si­do go­ver­na­dor em uma pro­vín­cia no seu país na­tal, cu­ja ca­sa não tinha es­pa­ço pa­ra o con­ser­va­do­ris­mo.

Nos anos 1920, re­cém-che­ga­da ao Brasil, Ode­te apren­deu por con­ta pró­pria a ati­rar, di­ri­gir (coi­sa ra­ra na­que­les di­as) e edu­car três fi­lhos so­zi­nha, na ci­da­de, en­quan­to o ma­ri­do cui­da­va da fa­zen­da.

A fi­lha Syl­via re­pas­sou o mes­mo es­pí­ri­to de in­de­pen­dên­cia e li­ber­da­de pa­ra os cin­co fi­lhos que te­ve com Sy­rio Si­mão Racy. No úl­ti­mo dia 27 de no­vem­bro, aos 91 anos, Syl­via mor­reu por fa­lên­cia de múl­ti­plos ór­gãos.

“Ela era uma pes­soa oti­mis­ta e ex­tre­ma­men­te li­be­ral. Nos en­si­nou que, pa­ra con­se­guir a fe­li­ci­da­de, vo­cê po­de fa­zer o que qui­ser”, con­ta o fi­lho Syl­vio.

7º DIA

DEU­SA POLON RI­BEI­RO

Nes­te sá­ba­do (8) às 18h,

Igre­ja Nos­sa Se­nho­ra de Lo­re­to , av. Nos­sa Se­nho­ra de Lo­re­to, 914, Vi­la Me­dei­ros

1 MÊS

LUIZ VI­CEN­TE VAZ GUIMARãES Nes­te sá­ba­do (8) às 16h, Igre­ja de Nos­sa Se­nho­ra do Car­mo, rua Mar­ti­ni­a­no de Car­va­lho, 114

1 ANO

AN­TO­NIO PE­RES RO­DRI­GUES NE­TO Nes­ta se­gun­da (10) às 17h30, Igre­ja Nos­sa Se­nho­ra do Car­mo da Acli­ma­ção, rua Braz Cu­bas, 163, Acli­ma­ção

EM ME­MÓ­RIA

EDY E AN­TO­NIO SYL­VIO CU­NHA BU­E­NO Nes­ta se­gun­da (10) às 19h, Hos­pi­tal Is­ra­e­li­ta Al­bert Eins­tein Au­di­tó­rio Klein­ber­ger, av. Al­bert Eins­ten, 627, blo­co D, 3º an­dar, Jar­dim Le­o­nor

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.