JEITINHO KIWI

ALUGAR UMA VAN É UMA DAS FORMAIS MAIS LE­GAIS DE SE CO­NHE­CER A NO­VA ZELÂNDIA

Go Outside (Brazil) - - GO OUTSIDE -

CO­MO IR: O jei­to mais rá­pi­do pa­ra che­gar do Bra­sil à No­va Zelândia é via Oce­a­no Pa­cí­fi­co. De­pois de cer­ca de três ho­ras de avião do Bra­sil a Bu­e­nos Ai­res, dá pa­ra em­bar­car em um voo de 13 ho­ras da Air New Ze­a­land (air­new­ze­a­land-br.com).

VIS­TO: Não há obri­ga­to­ri­e­da­de de vis­to pré­vio.

O QUE FA­ZER: O ro­tei­ro clás­si­co pa­ra quem vai pe­la pri­mei­ra vez pa­ra a No­va Zelândia in­clui, em ge­ral, Auc­kland, na Ilha Nor­te, on­de pou­sam os vo­os in­ter­na­ci­o­nais, e Qu­e­ens­town, na Ilha Sul, ci­da­de de be­le­za pe­cu­li­ar, on­de nas­ceu o bun­gee jump e que abri­ga fi­or­des co­mo o Mil­ford Sound.

VAN LI­FE: Éden pa­ra os aman­tes da natureza e dos es­por­tes outdoor, a ter­ra do Se­nhor dos Anéis não é ba­ra­ta pa­ra se vi­a­jar em tem­pos de re­al des­va­lo­ri­za­do, mas ofe­re­ce ro­tei­ros aces­sí­veis pa­ra quem se dis­põe a en­ca­rar uma ro­ad trip de cam­per­van. Dá pa­ra alugar es­se ti­po de veí­cu­lo com dor­mi­tó­rio em lo­ca­do­ras de vans ou de pro­pri­e­tá­ri­os par­ti­cu­la­res, co­mo em um Airbnb de vans, a Mighway (mighway.com/nz/ en). O go­ver­no dis­po­ni­bi­li­za, no si­te ofi­ci­al do país (doc. govt.nz) uma lis­ta de áre­as de cam­ping, gra­tui­tas ou pa­gas, on­de vi­a­jan­tes mo­to­ri­za­dos po­dem pes­qui­sar em quais acam­pa­men­tos dor­mir no país.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.