SIMPLES CO­MO UMA PRAIA

Go Outside (Brazil) - - CARTA AO LEITOR - — ANDREA ESTEVAM

O SOL, O MAR, A AREIA. A bri­sa e o som – on­das, pás­sa­ros, vo­zes. Fe­cho os olhos aqui em mi­nha ca­dei­ra por al­guns se­gun­dos e qua­se pos­so sen­tir o chei­ro da ma­re­sia, os mi­nús­cu­los grãos en­tre os de­dos dos pés, o ca­lor dos rai­os na mi­nha pe­le e a cla­ri­da­de que pe­ne­tra em mim mes­ma com as pál­pe­bras fe­cha­das. Fe­che os seus e sin­ta tam­bém.

Praias são ex­pe­ri­ên­ci­as ex­tra­or­di­na­ri­a­men­te simples, o “um ban­qui­nho e um vi­o­lão” da natureza. Uma sun­ga ou biquí­ni, um chi­ne­lo, uma can­ga e um pe­da­ço de areia – é tu­do de que pre­ci­sa­mos. Ok, ok, tem tam­bém o pro­te­tor so­lar, o ócu­los de sol e o que mais de­ci­dir­mos ser ne­ces­sá­rio – mas, se com­pa­ra­do com trek­kings, pe­dais, escaladas e expedições de qual­quer ti­po, é um ro­lê bem mi­ni­ma­lis­ta e de­mo­crá­ti­co. Por is­so acho que um Guia de Praias co­mo es­te que pro­du­zi­mos ago­ra che­ga em boa ho­ra pa­ra vo­cê. Nos­sos tem­pos são (es­tão?) com­ple­xos e me­re­cem a le­ve­za e a fe­li­ci­da­de que a água sal­ga­da tem o po­der de nos dar.

Exis­tem, é cla­ro, ou­tras ma­nei­ras de en­con­trar ale­gria e nos re­co­nec­tar­mos com a sim­pli­ci­da­de, co­mo, por exem­plo, uma be­la vi­a­gem de van pe­la Is­lân­dia, um dos lu­ga­res mais úni­cos e lin­dos do pla­ne­ta. Nos­so co­la­bo­ra­dor An­drei Po­les­si foi pa­ra lá e trou­xe ima­gens e his­tó­ri­as que vo­cê po­de cur­tir a par­tir da pá­gi­na 84. Ou en­tão em­bre­nhe-se na Cha­pa­da Di­a­man­ti­na em uma ex­pe­di­ção de 15 di­as de trek­king e acam­pa­men­to pa­ra apren­der so­bre edu­ca­ção outdoor, co­mo fez nos­so re­pór­ter Bru­no Ro­ma­no. Ou ainda par­ta, em um ve­lei­ro mi­ni­ma­lis­ta, pa­ra tra­ves­si­as iné­di­tas pe­los nos­sos ma­res, co­mo têm fei­to os ve­le­ja­do­res Fe­li­pe Lu­do­vi­ce e o Ni­co­la Ma­ni­glia.

Mas, se tu­do is­so te pa­re­cer um pou­co com­pli­ca­do de se re­a­li­zar nes­te mo­men­to, é só abrir nos­so guia e es­co­lher on­de aproveitar (re­la­xan­do, sur­fan­do, mer­gu­lhan­do, ve­le­jan­do) al­gu­mas das praias mais de­li­ci­o­sas des­te nos­so mun­dão ma­lu­co e ma­ra­vi­lho­so.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.