O bri­lho dos vilões

Lau­ra Pru­den­te da Cos­ta e o mi­chê Mar­cos Ran­gel for­ma­ram a du­pla que o pú­bli­co mais ama­va odi­ar!

Guia da Tevê - - A VOZ DOS FAMOSOS -

Ce­le­bri­da­de co­me­çou com Lau­ra Pru­den­te da Cos­ta (Cláu­dia Abreu) co­mo uma mu­lher po­bre e ba­ta­lha­do­ra. Só que, com o tem­po, ela se re­ve­lou uma gran­de vi­lã, ca­paz de bo­lar os pla­nos mais cruéis, tu­do com um úni­co ob­je­ti­vo: des­truir Ma­ria Cla­ra Di­niz por vin­gan­ça. Pa­ra cum­prir sua agen­da de mal­da­des, Lau­ra ti­nha ao la­do o ma­lan­dro Mar­cos (Már­cio Gar­cia), seu aman­te. Ines­cru­pu­lo­so, an­tié­ti­co, am­bi­ci­o­so e vai­do­so, ele fa­zia de tu­do pa­ra agra­dar a loi­ra.

A vin­gan­ça!

Ma­ria Cla­ra Di­niz (Ma­lu Ma­der) era uma mu­lher bem-su­ce­di­da, ex-mo­de­lo e do­na da pro­du­to­ra Mel­lo Di­niz. A vi­da se­guia tran­qui­la até que Lau­ra se apro­xi­mou di­zen­do ser sua mai­or fã. Em pou­co tem­po, con­se­guiu um em­pre­go e le­vou Mar­cos. Eles eram as­sis­ten­te e mo­to­ris­ta de Ma­ria Cla­ra, e aos pou­cos, to­ma­ram con­ta da vi­da da “ce­le­bri­da­de”. Lau­ra era ob­ce­ca­da por Ma­ria Cla­ra por acre­di­tar que ela ti­nha rou­ba­do os di­rei­tos da mú­si­ca Mu­sa de Ve­rão. Por cau­sa da can­ção, Ma­ria Cla­ra se tor­nou uma mu­lher ri­ca e fa­mo­sa. En­quan­to is­so, Lau­ra, fi­lha da ver­da­dei­ra mu­sa, amar­gou ao la­do da mãe uma vi­da mi­se­rá­vel. Ma­ria Cla­ra acre­di­ta­va que a mú­si­ca ti­nha si­do com­pos­ta por seu ex-noi­vo, Wag­ner, em sua ho­me­na­gem

Po­de­ro­sa

Ao sa­ber da ver­da­de so­bre a au­to­ria da mú­si­ca, Ma­ria Cla­ra abriu mão de to­dos os seus bens, pas­san­do-os pa­ra o no­me de Ubal­do (Gra­cin­do Jr.), pa­dras­to de Lau­ra e ver­da­dei­ro au­tor da mú­si­ca. Tu­do is­so acon­te­ceu após as ar­ma­ções da vi­lã, que as­su­miu a pro­du­to­ra e to­dos os ne­gó­ci­os da Mel­lo Di­niz e le­vou sua ri­val pa­ra a ca­deia. A in­ter­pre­ta­ção pri­mo­ro­sa de Clau­dia Abreu fez com que o pú­bli­co tor­ces­se pa­ra a loi­ra.

A sur­ra

Clau­dia Abreu bri­lhou mui­to, mas con­tou com par­ce­ri­as in­crí­veis, co­mo Ma­lu Ma­der, a mo­ci­nha que so­freu nas mãos da vi­lã. A ce­na que até ho­je es­tá na ca­be­ça das pes­so­as é a da sur­ra no ba­nhei­ro. Ma­ria Cla­ra es­bo­fe­te­ou Lau­ra, que fi­cou lar­ga­da no chão!

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.