Guia Minha Saúde

SEM DÚVIDAS!

-

1. Exercícios mais recomendad­os: hidroginás­tica, caminhada, ioga, alongament­o, natação, pilates e musculação – desde que sejam supervisio­nados por um instrutor capacitado. Além disso, antes de iniciar qualquer atividade física, converse com o obstetra para que ele avalie suas condições e indique o melhor exercício para você.

2. Exercícios que devem ser evitados: todas as atividades que tenham contato físico, pois podem provocar traumas. Voleibol, basquetebo­l, esqui aquático, ginásticas de alto impacto, hipismo e mergulho não são indicados. No entanto, quem já praticava, por exemplo, jogging antes da gravidez, pode ser autorizada pelo obstetra a continuar com a atividade, mas desde que modifique a intensidad­e e a velocidade à medida que a gestação avança.

3. Musculação: há alguns anos, os especialis­tas proibiam a prática de musculação na gravidez. Hoje, sabe-se que fortalecer os músculos de forma correta e com supervisão é benéfico para o trabalho de parto. Mas nada de ir sozinha para a academia pegar peso. A musculação na gestação deve ser feita sob rigorosa orientação e sob supervisão médica.

4. Bicicleta: andar de bike não é prejudicia­l, mas também não é o melhor exercício a se fazer nessa fase. Se você já praticava, pode ser que seu médico libere, porém com algumas ressalvas, pois o ciclismo requer equilíbrio e uma queda pode prejudicar o bebê. E lembre-se de que, no terceiro trimestre, com o peso da barriga, seu equilíbrio pode ficar prejudicad­o.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil