“A sen­sa­ção de se ver na gran­de te­la é mui­to boa, é um so­nho de cri­an­ça. Des­de mui­to pe­que­no eu as­sis­tia aos fil­mes e so­nha­va com a In­do­né­sia. Ago­ra, me ver no ci­ne­ma sur­fan­do on­das perfeitas é al­go di­fe­ren­te, me­xe co­mi­go.”

Hard Core (Brazil) - - ART ROOM -

Pen­sei, pen­sei...

Con­vi­dei de úl­ti­ma ho­ra um dos ca­ras que apos­tei que te­ria “a” vi­be pa­ra es­se pro­je­to. Pri­mei­ro por ser mui­to tran­qui­lo, ter fo­me de se jo­gar no mun­do e ser do­no de um dos es­ti­los mais bo­ni­tos que já pu­de pre­sen­ci­ar. O no­me: Vic­tor Ber­nar­do, vul­go VB.

O tem­po era cur­to, e a gen­te te­ve que agi­li­zar tu­do em pra­ti­ca­men­te três di­as.

BUM!

De­pois de mil ho­ras em ae­ro­por­tos e tre­zen­tos e tan­tos vo­os, o Vic­tor che­ga nes­sa pe­que­na ilha no nor­te da Su­ma­tra pa­ra en­con­trar co­mi­go e com a mi­nha na­mo­ra­da, que me aju­da­va na pro­du­ção do pro­je­to. Tu­do acon­te­ceu sem eu es­pe­rar por na­da, po­rém tu­do co­mo eu es­pe­ra­va. Fo­ram oi­to di­as bem es­pe­ci­ais. Fi­ca­mos mui­to bem hos­pe­da­dos no Mahi Mahi Surf Re­sort, que nos deu to­da a es­tru­tu­ra pa­ra pro­cu­rar on­das inex­plo­ra­das e al­gu­mas ou­tras pouco co­nhe­ci­das ao re­dor. Eles ti­nham um car­ro, al­gu­mas mo­tos e um bar­co à nos­sa dis­po­si­ção, o que nos aju­dou bas­tan­te.

NAS FO­TOS Vic­tor Ber­nar­do te­ve um out­si­de pra­ti­ca­men­te to­do pa­ra ele, mas não es­ta­va só: sé­ri­es tu­bu­la­res lhe fa­zi­am com­pa­nhia a to­do ins­tan­te. Na fo­to me­nor:Gabriel Novis e sua na­mo­ra­da e as­sis­ten­te, Fam­ke van Ha­gen.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.