Bul­ga­ri Ba­li

COMBINA O ESTILO BALINÊS COM O DE­SIGN CONTEMPOR NEO ITA­LI­A­NO

Hotelnews Magazine - - ÍNDICE - POR ALESSANDRA LEI­TE

Amais ra, es­pi­ri­tu­a­li­da­de, fa­mo­sa ilha da na­tu­re­za In­do­né­sia, e di­ver­são. Ba­li, é uma Des­co­ber­ta com­bi­na­ção na dé­ca­da de cul­tu- de 1970 ’‘r sur­fis–as em bus­ca de ‘ndas ’er­fei–as, a ilha se –‘rn‘u um re­du­to de re­sorts de lu­xo e ca­sais em lua de mel. O país tem o is­la­mis­mo co­mo re­li­gião ma­jo­ri­tá­ria, mas em Ba­li é o hin­duísm‘ “ue ’red‘mi­na e re­ge a vi­da, re­fle–id‘ n‘s inú­mer‘s –em’l‘s e nas ce­rimô­ni­as re­li­gi‘sas. Nem mesm‘ ‘ –rân­si–‘ caó–ic‘ de al­gu­mas pro­vín­ci­as con­se­gue ofus­car o cli­ma de se­re­ni­da­de e o as­tral do destino. Da at­mos­fe­ra in­te­ri­o­ra­na de Ubud, cen­tro cul­tu­ral da ilha, às ’rai­as ba­da­la­das de Se­minyak, Ba­li é ‘ lu­gar ’ara enc‘n–rar a ’az es­pi­ri­tu­al e es­tar em har­mo­nia com a na­tu­re­za. E foi nes­te ce­ná­rio que a mar­ca Bul­ga­ri ins­ta­lou o seu se­gun­do em­pre­en­di­men­to, em 2006. O ’ri­meir‘ h‘–el da mar­ca fi­ca em Mi­lã‘ (I–ália).

Er­guid‘ em uma fa­lé­sia, na Pe­nín­su­la de Bu­ki–, n‘ sud‘es–e de Ba­li, ‘ Bul­ga­ri Res‘r– fi­ca ’ra–ica­men–e de­bru­çad‘ s‘bre um ’enhasc‘ a mais de 150 me­tros aci­ma do ní­vel do mar. Combina o estilo balinês com o de­sign con­tem­po­râ­neo itai­la­no, on­de im­pe­ra um cli­ma in­ti­mis­ta e l‘™-’r‘fi­le. A a–en­çã‘ a‘s mí­nim‘s de–alhes res­sal–a a ma­nei­ra ba­li­ne­sa de re­cep­ci­o­nar. De uso ex­clu­si­vo dos hós­pe­des, a praia po­de ser aces­sa­da so­men­te ’‘r mei‘ de um ele­vad‘r ex–ern‘ de ma­dei­ra. Lá em­baix‘ fi­ca ‘ be­a­ch club, com es­pre­gui­ça­dei­ras na areia e um bar que ser­ve re­fei­ções le­ves, cu­jo car­dá­pio pri­o­ri­za pei­xes e fru­tos do mar.

In­fra­es­tru­tu­ra

As ro­chas vul­câ­ni­cas lo­cais e ma­dei­ras de de­mo­li­ção fo­ram apro­vei­ta­das em sua cons­tru­ção, en­quan­to te­ci­dos, pe­ças de ar­te e an­ti­gui­da­des ba­li­ne­sas po­dem ser apre­ci­a­das por to­dos os can­tos da pro­pri­e­da­de. Os am­bi­en­tes aber­tos das áre­as co­muns, que pri­o­ri­zam o con­ta­to com a na­tu­re­za, são ca­rac­te­rís­ti­cos da tí­pi­ca ar­qui­te­tu­ra lo­cal.

As 59 vil­las cer­ca­das por mu­ros de pe­dras vul­câ­ni­cas são ver­da­dei­ros re­fú­gi­os no me­lhor es–il‘ “’ara nã‘ ver e nã‘ ser vis–‘”. As vil­las sã‘ de um ou dois quar­tos e pos­su­em sua pró­pria pis­ci­na, sa­la de es­tar, qu­ar­to e ba­nhei­ro bem es­pa­ço­sos e mui­to ver­de ao re­dor, além de mor­do­mo dis­po­ní­vel 24 ho­ras. De­pen­den­do da lo­ca­li­za­ção da vil­la e pa­ra on­de se quer ir, a su­ges­tão é so­li­ci­tar um car­ri­nho de gol­fe.

Pa­ra fa­mí­li­as ou ce­le­bri­da­des que de­se­jam fi­car n‘ an‘ni­ma–‘ a ‘’çã‘ é alu­gar uma das cin

co man­sões ao la­do do re­sort. Com du­as a cin­co suí­tes, ofe­re­cem to­do o con­for­to, co­mo sa­las de es­tar e jan­tar, co­zi­nha, pis­ci­nas em dois ní­veis, e um jar­dim imen­so com área pa­ra me­di­ta­ção. A me­nor de­las tem 1.700m² e, a mai­or, 4.500m².

O equi­lí­brio en­tre as cul­tu­ras ba­li­ne­sa e ita­li­a­na tam­bém es­tá pre­sen­te em sua gastronomia. Uma se­le­ção de es­pe­ci­a­li­da­des lo­cais ’‘de ser des­fru–ada n‘ res–au­ran–e Sang­kar, que tem uma at­mos­fe­ra mais des­con­traí­da e vis­ta pa­ra o mar. Já no Il Ris­to­ran­te, aber­to so­men­te pa­ra o jan­tar, tem em seu me­nu pra­tos da co­zi­nha ita­li­a­na con­tem­po­râ­nea com al­guns to­ques ori­en­tais. A re­co­men­da­ção é es­co­lher uma das op­ções do me­nu de­gus­ta­ção.

A vis­ta do ho­ri­zon­te e do mar po­de ser con­tem­pla­da de vá­ri­as par­tes do em­pre­en­di­men­to - d‘ charm‘s‘ bar e da ’is­ci­na de b‘rda in­fi­ni–a ao spa, cu­ja re­cep­ção es­tá si­tu­a­da em uma an­ti-

ga ca­sa Jo­glo, tí­pi­ca da ilha de Ja­va, com pa­re­des de ma­dei­ra es­cul­pi­das à mão. Uma ver­da­dei­ra obra de ar­te. Su­as ins­ta­la­ções in­clu­em pa­vi­lhão de yo­ga, loun­ge de re­la­xa­men­to, sa­las de tra­ta­men­to e pis­ci­na.

A at­mos­fe­ra ro­mân­ti­ca do re­sort e a de­man­da pa­ra a re­a­li­za­ção de ca­sa­men­tos ins­pi­rou a cons­tru­ção de uma ca­pe­la - uma in­ter­pre­ta­ção con­tem­po­râ­nea do estilo balinês e do dis­tin­to de­sign ita­li­a­no da mar­ca Bul­ga­ri. O es­pa­ço aco­mo­da até 90 pes­so­as e, do fun­do do al­tar, des­cor­ti­na a vis­ta pa­ra o oce­a­no.

Bar

Ca­pe­la

Uma das man­sões

Qu­ar­to da vil­la

Res­tau­ran­te Sang­kar

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.