AGM anun­cia re­es­tru­tu­ra­ção pa­ra mi­rar car­ros elé­tri­cos e autô­no­mos...

MARY BAR­RA CEO es­tá per­to de com­ple­tar cin­co anos à fren­te da mon­ta­do­ra: 14,7 mil de­mis­sões e eco­no­mia de US$ 6 bi

ISTO É Dinheiro - - ÍNDICE - POR ED­SON ROSSI

Não se­rá fá­cil, nem sem dor, exe­cu­tar a ma­no­bra que a CEO da Ge­ne­ral Mo­tors, Mary Bar­ra, anun­ci­ou na se­gun­da-fei­ra 26. De­mi­tir 14,7 mil pes­so­as, 8,2% de sua for­ça de tra­ba­lho glo­bal, e cor­tar a pro­du­ção em oi­to uni­da­des – cin­co na Amé­ri­ca do Nor­te, in­cluin­do na mí­ti­ca ci­da­de de De­troit, QG da com­pa­nhia, uma na Co­reia do Sul e du­as em paí­ses não in­for­ma­dos. Com is­so, a em­pre­sa de­ve eco­no­mi­zar US$ 6 bi­lhões ape­nas em 2019. Mais do que a re­du­ção de cus­tos, o que mo­ve a mon­ta­do­ra é a ne­ces­si­da­de de ace­le­rar pa­ra um novo há­bi­to no con­su­mo de au­to­mó­veis: for­mas com­par­ti­lha­das e eco­no­mi­ca­men­te sus­ten­tá­veis. A re­es­tru­tu­ra­ção de­ve con­cen­trar a li­nha de pro­du­tos e fo­car em veí­cu­los elé­tri­cos e autô­no­mos. No iní­cio da pró­xi­ma dé­ca­da a GM quer que

75% do vo­lu­me de ven­das em to­do o mun­do ve­nha de cin­co mo­de­los. A de­ci­são por fe­char plan­tas nos Es­ta­dos Uni­dos pro­vo­cou a ir­ri­ta­ção do pre­si­den­te Do­nald Trump. “Es­te país já fez mui­to pe­la GM”, dis­se, re­fe­rin­do-se a aju­da fe­de­ral que a com­pa­nhia re­ce­beu ao pe­dir con­cor­da­ta em ju­nho de 2009. Mas nem o tom pa­re­ce de­ci­si­vo a es­sa al­tu­ra. Em par­te por­que ta­xa­ções cri­a­das por ele so­bre o aço in­fla­ram cus­tos de pro­du­ção em US$ 1 bi­lhão. Além dis­so, Trump po­de du­rar mais dois anos, e não dois man­da­tos – as elei­ções da pri­mei­ra se­ma­na de novembro so­am co­mo um in­di­ca­dor. E a GM de­ci­diu olhar pa­ra um fu­tu­ro que não é de cur­to pra­zo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.