Sus­pei­tas, pro­ces­sos, con­de­na­ções...

ISTO É - - SEMANA - por An­to­nio Car­los Pra­do

Di­ta­du­ra no Bra­sil, nun­ca mais - se­ja ela mi­li­tar, co­mo a que du­rou de 1964 a 1985, se­ja ci­vil nos mol­des do Es­ta­do No­vo im­plan­ta­do por Ge­tú­lio Var­gas en­tre 1937 e 1945. En­tão, de­mo­cra­cia no Bra­sil, sem­pre! Fi­ca as­sim de­sau­to­ri­za­da qual­quer ila­ção que ten­te li­gar es­se tex­to ao fu­nes­to de­se­jo de re­tor­no a períodos au­to­ri­tá­ri­os. Fi­xa­do is­so, va­mos a tris­tes fa­tos em nos­sos tris­tes tró­pi­cos: des­de a re­de­mo­cra­ti­za­ção, à ex­ce­ção de Ita­mar Fran­co não hou­ve um úni­co pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca que não te­nha, em mai­or ou me­nor grau, se en­ros­ca­do com a Jus­ti­ça – du­ran­te o man­da­to ou de­pois de­le em ques­tões de­cor­ren­tes do exer­cí­cio da vi­da pú­bli­ca, no âm­bi­to ou não da La­va Ja­to. Jo­sé Sar­ney aguar­da de­ci­são do STF so­bre de­nún­cia da PGR, fei­ta em 2017, de que te­ria re­ce­bi­do re­cur­sos ilí­ci­tos de sub­si­diá­ria da Pe­tro­bras. Fer­nan­do Col­lor é réu pe­la La­va Ja­to por cor­rup­ção e la­va­gem de di­nhei­ro. Sob a acu­sa­ção de mal­ver­sa­ção de re­cur­sos pú­bli­cos, ele so­freu im­pe­a­ch­ment quan­do pre­si­dia o País, sen­do pos­te­ri­or­men­te ab­sol­vi­do pe­lo STF. Já FHC foi ci­ta­do em de­la­ção so­bre en­ven­tu­ais “van­ta­gens in­de­vi­das” pa­ra sua cam­pa­nha pre­si­den­ci­al. A pe­ti­ção con­tra ele pres­cre­veu. Lu­la es­tá pre­so, con­de­na­do em du­plo grau de ju­ris­di­ção, por cor­rup­ção. Res­pon­de à in­fi­ni­da­de de pro­ces­sos e, na se­ma­na pas­sa­da, foi de­nun­ci­a­do por la­va­gem de di­nhei­ro na Gui­né Equa­to­ri­al. Tam­bém ago­ra tor­nou-se réu sob a acu­sa­ção de in­te­grar es­que­ma de pro­pi­nas jun­to ao BNDES e ao Mi­nis­té­rio do Pla­ne­ja­men­to. Nes­sa mes­ma de­nún­cia figura Dil­ma Rous­seff, que foi le­gal­men­te afas­ta­da da Pre­si­dên­cia por cri­me de res­pon­sa­bi­li­da­de fis­cal. Fi­nal­men­te, Mi­chel Te­mer es­tá in­di­ci­a­do pe­la sus­pei­ta de co­me­ter ir­re­gu­la­ri­da­des no por­to de San­tos. Car­re­ga ain­da a de­nún­cia de pro­pi­nas (JBS e Ode­bre­cht) que tra­mi­ta­rá na Jus­ti­ça quan­do ele dei­xar a Pre­si­dên­cia.

En­dos­sa-se, aqui, a cé­le­bre frase de Winston Chur­chill: “a de­mo­cra­cia é o pi­or dos re­gi­mes po­lí­ti­cos, ex­ce­to to­dos os de­mais”. Ou se­ja: a de­mo­cra­cia é a me­lhor for­ma de go­ver­no

HIS­TÓ­RIA Dil­ma, quan­do ain­da ocu­pa­va a Pre­si­dên­cia do País, po­sa com ex-pre­si­den­tes na vi­a­gem à Áfri­ca do Sul pa­ra o fu­ne­ral de Nel­son Man­de­la, em 2013. No de­ta­lhe, Mi­chel Te­mer. O que hou­ve com a No­va Re­pú­bli­ca?

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.