Pa­ra não cair do to­po do bo­lo

ISTO É - - SEMANA -

Per­so­na­li­da­des nar­ci­sis­tas de­di­ca­das à po­lí­ti­ca de­sa­guam qua­se sem­pre em po­pu­lis­mo e de­ma­go­gia. E con­ti­nu­am, é cla­ro, es­sen­ci­al­men­te nar­cí­si­cas. As­sim é, por exem­plo, o pre­si­den­te da Ve­ne­zu­e­la, Ni­co­lás Ma­du­ro. Na sex­ta-fei­ra pas­sa­da ele fez ani­ver­sá­rio (56 anos) e, ape­sar da pe­nú­ria do po­vo no país, deu-se ao di­rei­to de ter fes­ta e ter rum­ba e ter bo­lo. Tam­bém é ób­vio que o to­po do bo­lo era en­fei­ta­do com uma mi­ni­a­tu­ra do pró­prio Ma­du­ro. Já o pre­sen­te, es­se veio na se­gun­da-fei­ra 26 en­vi­a­do pe­la ONU, mas não pa­ra ele. Foi o po­vo da Ve­ne­zu­e­la que se viu pre­sen­te­a­do pe­la aju­da hu­ma­ni­tá­ria que fi­nal­men­te che­ga ao país. O va­lor ini­ci­al do au­xí­lio é de US$ 9,2 mi­lhões que fi­ca­rão sob a guar­da de agências in­ter­na­ci­o­nais.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.