Pa­loc­ci de­to­na a fa­mí­lia Lula

ISTO É - - BRASIL/CORRUPÇÃO - Wil­son Li­ma

Em de­poi­men­to à Jus­ti­ça, o ex-mi­nis­tro afir­mou que acer­tou pa­ga­men­tos de pro­pi­nas pa­ra o fi­lho ca­çu­la de Lula

Em seu pri­mei­ro de­poi­men­to fo­ra da pri­são, o ex-mi­nis­tro An­to­nio Pa­loc­ci vol­tou a atin­gir du­ra­men­te o ex-pre­si­den­te Lula. Des­de quan­do fo­ram ini­ci­a­das as pri­mei­ras in­ves­ti­ga­ções da Ope­ra­ção Ze­lo­tes, in­te­gran­tes do Ministério Pú­bli­co Fe­de­ral (MPF) acre­di­ta­vam no en­vol­vi­men­to de Lula na tro­ca de Me­di­das Pro­vi­só­ri­as que be­ne­fi­ci­a­ram a in­dús­tria au­to­mo­bi­lís­ti­ca por pro­pi­nas e van­ta­gens pes­so­ais. Em de­poi­men­to pres­ta­do na quin­ta-fei­ra 6, em Bra­sí­lia, Pa­loc­ci con­fir­mou com de­ta­lhes ao juiz Ri­car­do So­a­res Lei­te, da 10ª Va­ra Fe­de­ral do Dis­tri­to Fe­de­ral, o que os pro­cu­ra­do­res já des­con­fi­a­vam. Se­gun­do o ex-mi­nis­tro, Lula re­no­vou uma MP que be­ne­fi­ci­a­va mon­ta­das em tro­ca de pro­pi­nas pa­ra seu fi­lho Luís Cláu­dio Lula da Silva.

Pa­loc­ci con­tou que foi pro­cu­ra­do por Luís Cláu­dio en­tre o fi­nal de 2013 e o iní­cio de 2014. Que­ria aju­da pa­ra ob­ter re­cur­sos pa­ra fi­nan­ci­ar um even­to es­por­ti­vo. Na épo­ca, Luís Cláu­dio or­ga­ni­za­va um tor­neio de fu­te­bol ame­ri­ca­no no Bra­sil.

Pa­loc­ci afir­mou, en­tão, que foi ao en­con­tro do ex-pre­si­den­te na se­de do ins­ti­tu­to Lula pa­ra tra­tar do as­sun­to. O va­lor pe­di­do por Luís Cláu­dio se­ria em tor­no de R$ 2 mi­lhões a

R$ 3 mi­lhões.

Lula te­ria afir­ma­do, se­gun­do Pa­loc­ci, que ha­via re­sol­vi­do a ques­tão a par­tir da “re­no­va­ção dos be­ne­fí­ci­os” a mon­ta­do­ras de veí­cu­los. A ne­go­ci­a­ção, se­gun­do Pa­loc­ci, ocor­reu en­tre o pró­prio ex-pre­si­den­te e Mau­ro Mar­con­des, do­no do es­cri­tó­rio Mar­con­des e Mau­to­ni, que as­ses­so­ra­va a in­dús­tria au­to­mo­bi­lís­ti­ca. As de­cla­ra­ções de Pa­loc­ci ra­ti­fi­cam in­ves­ti­ga­ções da PF que in­di­ca­ram uma trans­fe­rên­cia sus­pei­ta de R$ 2,5 mi­lhões pa­ra as con­tas da LFT Mar­ke­ting Es­por­ti­vo, em­pre­sa do fi­lho de Lula.

Na épo­ca, um de­ta­lhe que cha­mou a aten­ção dos in­ves­ti­ga­do­res é que os su­pos­tos re­la­tó­ri­os de con­sul­to­ria apre­sen­ta­dos pe­la LFT pa­ra jus­ti­fi­car o pa­ga­men­to de R$ 2,5 mi­lhões pe­la Mar­con­des e Mau­to­ni fo­ram co­pi­a­dos da in­ter­net. Lula é réu por cor­rup­ção pas­si­va na Ope­ra­ção Ze­lo­tes. Além de­le, são réus no ca­so Mau­ro Mar­con­des, Gil­ber­to Car­va­lho, seu ex-che­fe de ga­bi­ne­te, e mais qua­tro pes­so­as. Lula não pou­pou nem os fi­lhos.

LI­BER­DA­DE Pa­loc­ci dei­xa a pri­são acom­pa­nha­do pelo ad­vo­ga­do Tracy Rei­nal­det (esq.) pa­ra a co­lo­ca­ção de tor­no­ze­lei­ra ele­trô­ni­ca

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.