Li­vres da qui­mio

Es­tu­do pi­o­nei­ro no Bra­sil usa tes­te ge­né­ti­co pa­ra iden­ti­fi­car mu­lhe­res com cân­cer de ma­ma que não pre­ci­sam re­cor­rer ao tra­ta­men­to pa­ra com­ba­ter a do­en­ça

ISTO É - - MEDICINA/ONCOLOGIA - Ci­le­ne Pe­rei­ra

Ase­cre­tá­ria apo­sen­ta­da Su­e­li Bo­ne­zi e a do­na de ca­sa Ma­ria Mu­niz es­tão en­tre as pri­mei­ras bra­si­lei­ras be­ne­fi­ci­a­das por um no­vo mo­de­lo de tra­ta­men­to de cân­cer de ma­ma que li­vra da qui­mi­o­te­ra­pia pa­ci­en­tes que, an­tes, re­ce­be­ri­am os me­di­ca­men­tos co­mo par­te das ações con­tra a do­en­ça. Ho­je, sa­be-se, sem ne­ces­si­da­de. As du­as par­ti­ci­pam de um es­tu­do pi­o­nei­ro no País, con­du­zi­do pelo Hos­pi­tal Pé­ro­la Bying­ton, em São Pau­lo, re­fe­rên­cia em saú­de da mu­lher, em parceria com o Gru­po Fleury, uma das prin­ci­pais redes pri­va­das de aná­li­se di­ag­nós­ti­ca do Bra­sil.

O ob­je­ti­vo da pesquisa é tes­tar nas bra­si­lei­ras a efi­cá­cia do tes­te ge­né­ti­co On­coty­pe DX, dis­po­ní­vel so­men­te no Fleury. A uti­li­za­ção do exa­me pa­ra iden­ti­fi­car mu­lhe­res que po­dem pres­cin­dir da qui­mio foi o des­ta­que do en­con­tro des­se ano da So­ci­e­da­de Ame­ri­ca­na de On­co­lo­gia Clí­ni­ca. Ele ana­li­sa 21 ge­nes vin­cu­la­dos ao tu­mor. Nos es­tu­dos apre­sen­ta­dos nos EUA e no re­a­li­za­do no Bra­sil, es­tá sen­do usa­do em pa­ci­en­tes com tu­mor ca­rac­te­ri­za­do pe­la pre­sen­ça de re­cep­to­res pa­ra os hormô­ni­os es­tró­ge­no e pro­ges­te­ro­na, que representa 70% dos ca­sos de cân­cer de ma­ma.

CUS­TO X BENEFÍCIO

O tes­te con­fir­ma se é um tu­mor hormô­nio-de­pen­den­te, for­ne­ce seu per­fil e cal­cu­la o ris­co de a do­en­ça voltar após sua re­ti­ra­da ci­rúr­gi­ca. “Os de bai­xo e mé­dio ris­co não pre­ci­sam de qui­mio”, ex­pli­ca o mé­di­co Luiz Hen­ri­que Ge­brim, di­re­tor do Pé­ro­la Bying­ton. Eles po­dem ser tra­ta­dos com me­di­ca­ções que im­pe­dem a atu­a­ção dos hormô­ni­os. Os que apre­sen­tam chan­ces al­tas exi­gem o re­for­ço qui­mi­o­te­rá­pi­co.

A pesquisa en­vol­ve­rá 600 pa­ci­en­tes. Por en­quan­to, mais de 70 fi­ze­ram a bióp­sia e 55 re­ce­be­ram o re­sul­ta­do. Des­tas, 38 fo­ram dis­pen­sa­das da qui­mio. Su­e­li e Ma­ria não acre­di­ta­ram quan­do ou­vi­ram que es­ta­vam en­tre elas. “Foi um alí­vio”, con­ta Su­e­li. Ma­ria ou­viu do mé­di­co que ha­via si­do pre­mi­a­da. “Nem sei di­zer co­mo fi­quei fe­liz.” O es­tu­do iden­ti­fi­ca­rá ain­da o cus­to-benefício da im­plan­ta­ção do tes­te na re­de pú­bli­ca. Ele cus­ta R$ 13,5 mil. O pre­ço da qui­mio, no SUS, vai de R$ 10 mil a R$ 50 mil. Al­gu­mas ope­ra­do­ras de saú­de já o ofe­re­cem. “Elas en­xer­ga­ram seus be­ne­fí­ci­os”, diz Ed­gar Riz­zat­ti, di­re­tor exe­cu­ti­vo Mé­di­co e Téc­ni­co do Fleury. O sis­te­ma pú­bli­co in­glês o ado­ta tam­bém.

BO­AS NO­VAS Ma­ria (aci­ma) e Su­e­li re­ce­be­ram há du­as se­ma­nas a no­tí­cia de que não pre­ci­sa­rão dos qui­mi­o­te­rá­pi­cos

DIS­PO­Ní­VEL Se­gun­do Riz­zat­ti, do Fleury, al­gu­mas ope­ra­do­ras ofe­re­cem o exa­me

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.