ISTO É Dinheiro

SEM TE­TO, JU­RO SO­BE

- Como

Co­mo es­pe­ra­do, o Co­mi­tê de Po­lí­ti­ca Mo­ne­tá­ria (Co­pom) man­te­ve a ta­xa de ju­ros Se­lic em 2% ao ano. Ele re­ti­rou o forward gui­dan­ce, in­for­man­do que is­so não im­pli­ca na ele­va­ção au­to­má­ti­ca dos ju­ros, pois a con­jun­tu­ra econô­mi­ca con­ti­nua a exi­gir es­tí­mu­los ele­va­dos. O au­men­to do nú­me­ro de ca­sos de Co­vid-19 em to­do o mun­do e o apa­re­ci­men­to de no­vas ce­pas do ví­rus de­vem afe­tar a ati­vi­da­de econô­mi­ca no cur­to pra­zo. A pre­sen­ça de oci­o­si­da­de, as­sim co­mo a co­mu­ni­ca­ção dos prin­ci­pais ban­cos cen­trais, su­ge­re que os es­tí­mu­los mo­ne­tá­ri­os te­rão lon­ga du­ra­ção, per­mi­tin­do um am­bi­en­te fa­vo­rá­vel pa­ra eco­no­mi­as emer­gen­tes. No en­tan­to, o Co­mu­ni­ca­do do Co­pom foi cla­ro ao ad­ver­tir que qual­quer dú­vi­da so­bre a so­li­dez do te­to dos gas­tos po­de­rá ele­var ju­ros.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil