Às ce­gas

ISTO É - - BRASIL / ELEIÇÕES - Jo Pas­quat­to

Can­di­da­tos pou­co co­nhe­ci­dos e elei­to­res sem aces­so à in­for­ma­ção com­põem uma mis­tu­ra que com­pro­me­te a re­no­va­ção de um am­bi­en­te po­lí­ti­co bas­tan­te de­sa­cre­di­ta­do

vi­si­bi­li­da­de ao ex­por a do­en­ça. Ele en­fren­ta um cân­cer no sis­te­ma di­ges­ti­vo des­de ou­tu­bro de 2019 e, após vá­ri­os tra­ta­men­tos, se­gue fir­me na dis­pu­ta pe­la re­e­lei­ção. Um de seus fu­tu­ros ad­ver­sá­ri­os é o “Car­tei­ro Re­a­ça”, ape­li­do do de­pu­ta­do es­ta­du­al Gil Di­niz (PSL-SP). Pré-can­di­da­to bol­so­na­ris­ta à Pre­fei­tu­ra pau­lis­ta­na, ele tem uma tra­je­tó­ria po­lí­ti­ca ig­no­ra­da pe­la mai­o­ria dos elei­to­res. Ou­tro des­co­nhe­ci­do é o pré-can­di­da­to do No­vo, o em­pre­sá­rio Fi­li­pe Sa­ba­rá. Ba­ti­za­do de “mi­niDo­ria”, de quem foi se­cre­tá­rio de As­sis­tên­cia e De­sen­vol­vi­men­to So­ci­al, Sa­ba­rá é a apos­ta de re­no­va­ção do par­ti­do.

Na ca­pi­tal flu­mi­nen­se, o bis­po Mar­ce­lo Cri­vel­la (Re­pu­bli­ca­nos) vai ten­tar a re­e­lei­ção nu­ma dis­pu­ta fe­roz pe­lo vo­to do elei­tor evan­gé­li­co, tam­bém ba­se elei­to­ral da pré-can­di­da­ta e de­pu­ta­da fe­de­ral Cla­ris­sa Ga­ro­ti­nho (Pros), fi­lha dos ex­go­ver­na­do­res Anthony e Ro­si­nha. De olho nes­sa fa­tia, o de­pu­ta­do fe­de­ral Hé­lio Lo­pes (PSL) con­ta com a simpatia do pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro. Co­nhe­ci­do co­mo Hé­lio Ne­gão, foi o de­pu­ta­do mais vo­ta­do em 2018, mas é vis­to co­mo fi­gu­ran­te nos even­tos pre­si­den­ci­ais. Cor­ren­do por fo­ra da raia re­li­gi­o­sa, e sem ex­pe­ri­ên­cia na po­lí­ti­ca par­ti­dá­ria, o ex-pre­si­den­te do Fla­men­go Edu­ar­do Ban­dei­ra de Mel­lo (Re­de) de­ve di­vi­dir a cha­pa com a de­pu­ta­da es­ta­du­al Martha Ro­cha (PDT). Em ou­tras ca­pi­tais, co­mo Belo Ho­ri­zon­te e Por­to Ale­gre, on­de, res­pec­ti­va­men­te, Ale­xan­dre Ka­lil (PSD) e Nel­son Mar­che­zan Jr. (PSDB) ten­ta­rão a re­e­lei­ção, can­di­da­tos des­co­nhe­ci­dos tam­bém te­rão di­fi­cul­da­des pa­ra sair do ano­ni­ma­to. Se o ce­ná­rio de pan­de­mia pi­o­rar, por con­ta de er­ros dos atu­ais pre­fei­tos, po­de ser que os no­va­tos te­nham mais chan­ces. Mas o elei­tor con­ti­nu­a­rá no es­cu­ro e cor­re o sé­rio ris­co de tro­car ga­to por le­bre.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.