A EDU­CA­ÇÃO CON­TRA O ÓDIO

Ca­sos de ame­a­ças e di­vul­ga­ção de men­sa­gens de ódio vi­e­ram à to­na na úl­ti­ma se­ma­na em es­co­las de Sal­va­dor

Jornal da Metrópole - - Bahia - Tex­to Matheus Si­mo­ni matheus.si­mo­[email protected]­tro1.com.br

O es­cân­da­lo pro­por­ci­o­na­do por um gru­po de What­sApp de­sen­ca­de­ou uma sé­rie de re­a­ções no meio aca­dê­mi­co de Sal­va­dor. Alu­nos de co­lé­gi­os par­ti­cu­la­res pro­ta­go­ni­za­ram ame­a­ças e men­sa­gens de ódio a pro­fes­so­res e fun­ci­o­ná­ri­os de es­co­las por di­ver­gên­ci­as po­lí­ti­cas e ide­o­ló­gi­cas.

Os gru­pos con­ti­nham exal­ta­ções à tor­tu­ra e fra­ses de apoio ao pre­si­den­te elei­to Jair Bol­so­na­ro (PSL). Dois ca­sos cha­ma­ram a aten­ção na úl­ti­ma se­ma­na: es­tu­dan­tes dos co­lé­gi­os São Pau­lo e Antônio Vi­ei­ra, dois dos mais tra­di­ci­o­nais de Sal­va­dor, fo­ram fla­gra­dos e não te­rão as ma­trí­cu­las re­no­va­das.

No São Pau­lo, uma alu­na foi ame­a­ça­da por um su­pos­to co­le­ga, que afir­mou que da­ria 17 fa­ca­das, em alu­são ao nú­me­ro de Bol­so­na­ro na cam­pa­nha. Já no Vi­ei­ra, es­tu­dan­tes apa­re­cem em prints ame­a­ça­do­res con­tra co­le­gas e pro­fes­so­res, su­ge­rin­do ain­da que o pre­si­den­te elei­to cri­as­se o “Mi­nis­té­rio da Tor­tu­ra”.

A re­a­ção das ins­ti­tui­ções de en­si­no pre­gou cau­te­la, cul­mi­nou com a de­mis­são de um pro­fes­sor e ge­rou re­vol­ta de pais e mães dos alu­nos.

Sem abai­xar a ca­be­ça pa­ra o ódio, a co­mu­ni­da­de do Antônio Vi­ei­ra, com­pos­ta por es­tu­dan­tes e ex-mem­bros da ins­ti­tui­ção, fez um ato em de­fe­sa dos pro­fes­so­res, com ví­de­os e men­sa­gens de apoio aos do­cen­tes.

A de­fi­ni­ção so­bre quais as pe­nas dos es­tu­dan­tes en­vol­vi­dos nos dois ca­sos de­ve sair em bre­ve, ao pas­so que o fim do ano le­ti­vo se apro­xi­ma.

Co­le­gio an­to­nio vi­ei­ra/di­vul­ga­cao

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.