ES­TA­ÇÕES DO ME­TRÔ ATRAEM QU­EM CUR­TE SE­XO CASUAL: “OPORTUNIDADE”

Jornal da Metropole - - Cidade -

Pra­ti­can­te do ba­nhei­rão, Ra­mon Santos (no­me fic­tí­cio a pe­di­do da fon­te) dis­se es­co­lher o me­trô pe­la se­gu­ran­ça. “A oportunidade ali era excelente. Co­me­çou um mo­vi­men­to mai­or com a aber­tu­ra de mais es­ta­ções. Ho­je ain­da ro­la, prin­ci­pal­men­te nos ho­rá­ri­os que não são de pi­co”, re­la­ta.

A prá­ti­ca é so­men­te pa­ra sa­ci­ar o de­se­jo se­xu­al. “É só se­xo casual. Vo­cê não vê se a pes­soa faz seu ti­po”. Ele con­ta ter pa­ra­do com o ato por con­ta do au­men­to da fis­ca­li­za­ção. “Não quero pa­rar em uma de­le­ga­cia”, afir­ma. Mas, an­tes de apo­sen­ta­do­ria, até mes­mo com um se­gu­ran­ça do mo­dal ele afir­ma ter se re­la­ci­o­na­do.

FO­TOS CIR­CU­LAM NA IN­TER­NET

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.