“MEI­REL­LES LE­VA UMA VAN­TA­GEM MUI­TO GRAN­DE”

Vi­ce na cha­pa de Hen­ri­que Mei­rel­les, ex-go­ver­na­dor do Rio Gran­de do Sul clas­si­fi­cou o ex-mi­nis­tro co­mo o “ho­mem mais pre­pa­ra­do” pa­ra o go­ver­no

Jornal da Metropole - - Entrevista -

Can­di­da­to à vi­ce-pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca na cha­pa de Hen­ri­que Mei­rel­les (MDB), o ex-go­ver­na­dor do Rio Gran­de do Sul Ger­ma­no Ri­got­to (MDB) clas­si­fi­cou o ex-mi­nis­tro da Fa­zen­da co­mo o “ho­mem mais pre­pa­ra­do” e com “me­lho­res con­di­ções” de re­ver­ter o ce­ná­rio de re­ces­são no Bra­sil. Em en­tre­vis­ta a Mário Ker­tész, na Rá­dio Me­tró­po­le, na úl­ti­ma qu­ar­ta-fei­ra (8), o eme­de­bis­ta co­men­tou o bai­xo ren­di­men­to de Mei­rel­les nas pes­qui­sas, mas se mos­trou oti­mis­ta com o iní­cio da cam­pa­nha es­te mês.

“Mui­to pou­cos no Bra­sil têm a ba­ga­gem que ele tem. Mui­to pou­cos co­nhe­cem a eco­no­mia, co­mo ele co­nhe­ce. Acho que a cam­pa­nha vai per­mi­tir que se mos­tre a história de ca­da um, o tra­ba­lho de ca­da um. Nes­se ‘mostrar’, Mei­rel­les le­va uma van­ta­gem mui­to gran­de so­bre os ou­tros can­di­da­tos”, as­se­gu­rou, lem­bran­do da atu­a­ção do ex-mi­nis­tro na equi­pe econô­mi­ca do go­ver­no de Mi­chel Te­mer (MDB).

Des­ta­can­do sua can­di­da­tu­ra com “per­fil de cen­tro”, Ri­got­to dis­se que o país não pre­ci­sa de ra­di­cais de es­quer­da ou di­rei­ta nes­te mo­men­to. Ele acres­cen­tou que os pro­ble­mas vi­vi­dos pe­la po­pu­la­ção ho­je eram ne­ces­sá­ri­os pa­ra que hou­ves­se ama­du­re­ci­men­to. “Nós tí­nha­mos que pas­sar por is­so pa­ra ter um Bra­sil mais éti­co”, pon­tu­ou.

“Com Hen­ri­que Mei­rel­les po­de­mos sig­ni­fi­car, sim, uma pa­ci­fi­ca­ção mai­or. Nas pes­qui­sas, ele apa­re­ce com 2% ou 3% — mui­to atrás dos ou­tros can­di­da­tos. Mas é um de­sa­fio bom. Va­mos mo­bi­li­zar a ba­se”, con­cluiu.

Gustavo roth/fun­da­cao pi­ra­ti­ni - tve e fm cul­tu­ra

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.