É ho­ra de vol­tar

Es­pe­ci­a­lis­ta dá di­cas de co­mo se pre­pa­rar pa­ra o fim da li­çen­ca-ma­ter­ni­da­de

Malu - - FILHOS -

Nos di­as de ho­je, gran­de par­te das mu­lhe­res exer­ce dois pa­peis: mãe e pro­fis­si­o­nal. Ape­sar de di­fí­cil, é pos­sí­vel con­ci­li­ar es­sas du­as ta­re­fas. Mas o mai­or de­sa­fio é vol­tar ao tra­ba­lho após al­guns me­ses se de­di­can­do ex­clu­si­va­men­te ao be­bê.

Além de ser mãe

Pa­ra Ali­ne Me­lo, psi­có­lo­ga e ne­o­na­to­lo­gis­ta do Gru­po São Cris­tó­vão Saúde, “é im­por­tan­te se lem­brar do quan­to vo­cê gos­ta do seu tra­ba­lho e do con­ví­vio com os co­le­gas. É pre­ci­so se re­co­nec­tar com ou­tros pa­péis além do ma­ter­nal e en­ten­der que to­dos po­dem co­e­xis­tir”, ex­pli­ca. Con­ver­sar sem­pre com o be­bê, fa­lan­do so­bre a ne­ces­si­da­de da au­sên­cia, po­de aju­dar na preparação pa­ra o fim da li­cen­ça-ma­ter­ni­da­de.

Nos pri­mei­ros di­as

É co­mum a sen­sa­ção de es­tar aban­do­nan­do o be­bê as­sim que a mãe abre a por­ta pa­ra ir ao tra­ba­lho. “Re­sis­tir ao cho­ri­nho de se­pa­ra­ção que o fi­lho po­de ma­ni­fes­tar ao ver a mãe se afas­tan­do é um dos mo­men­tos mais com­pli­ca­dos, mas es­sa si­tu­a­ção é um pro­ces­so adap­ta­ti­vo, e a ca­da dia se­rá mais fá­cil, pois ao che­gar em ca­sa, a mãe ve­rá que o be­bê es­tá bem, as­sim co­mo ele tam­bém sa­be­rá que a mãe vai vol­tar pa­ra ele”, co­men­ta Ali­ne.

Ho­ra da ma­ma­da

A ama­men­ta­ção no pe­río­do de vol­ta ao tra­ba­lho tam­bém é al­go que de­ve co­me­çar a ser or­ga­ni­za- do pre­vi­a­men­te. A Cons­ti­tui­ção Fe­de­ral con­ce­de às mu­lhe­res que es­tão vol­tan­do de li­cen­ça o pe­río­do de até uma ho­ra pa­ra as ma­ma­das até que o be­bê com­ple­te seis me­ses. Con­tu­do é mui­to di­fí­cil con­ci­li­ar os ho­rá­ri­os do be­bê com os do tra­ba­lho. “En­tão, é im­por­tan­te ex­trair o lei­te ao lon­go do dia com bom­bi­nhas e ar­ma­ze­ná-lo na ge­la­dei­ra em vi­dro es­té­ril e ro­tu­la­do com in­for­ma­ções de da­ta e ho­ra. Re­fri­ge­ra­do, a va­li­da­de é de 12h, já con­ge­la­do é de até 15 di­as”, ex­pli­ca a es­pe­ci­a­lis­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.