Wit­zel pro­me­te so­lu­ção do ca­so

Go­ver­na­dor diz que en­vol­vi­dos no cri­me po­dem ser pre­sos ain­da es­te mês

Meiahora - RJ - - POLÍCIA -

Ogo­ver­na­dor Wil­son Wit­zel afir­mou, on­tem, que a in­ves­ti­ga­ção so­bre o as­sas­si­na­to da ve­re­a­do­ra Marielle Fran­co e do mo­to­ris­ta An­der­son Go­mes es­tá per­to de ser con­cluí­da e que os en­vol­vi­dos po­dem ser pre­sos ain­da es­te mês. A po­lí­cia já sa­be que os as­sas­si­nos são ser­vi­do­res dos qua­dros da Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca do Rio.

“Em re­la­ção ao ca­so Marielle, es­tá pró­xi­mo, sim, de uma so­lu­ção, mas eu não te­nho atri­bui­ção le­gal pa­ra olhar os au­tos do pro­ces­so, que es­tão sob si­gi­lo. Só quem po­de ter aces­so são os de­le­ga­dos lo­ta­dos na de­le­ga­cia com atri­bui­ção pa­ra in­ves­ti­gar os agen­tes. Eles es­tão pró­xi­mos da elu­ci­da­ção do ca­so e evi­den­te­men­te da pri­são da­que­les que es­tão en­vol­vi­dos. E que tal­vez is­so ocor­ra até o fi­nal des­te mês”, de­cla­rou Wit­zel.

Os acu­sa­dos de ma­tar a ve­re­a­do­ra Marielle Fran­co e o mo­to­ris­ta An­der­son Go­mes atu­am nos mol­des da De­ep Web, ou se­ja, agem de ma­nei­ra mais so­fis­ti­ca­da, usan­do a tec­no­lo­gia na ten­ta­ti­va de di­fi­cul­tar o tra­ba­lho da po­lí­cia, ao con­trá­rio de ou­tros cri­mi­no­sos, que cos­tu­mam até uti­li­zar as re­des so­ci­ais mais po­pu­la­res e são co­nhe­ci­dos e pro­cu­ra­dos pe­la po­lí­cia.

Os re­cur­sos tec­no­ló­gi­cos, di­fe­ren­tes dos usa­dos pe­los ban­di­dos co­muns, fo­ram um dos mai­o­res obs­tá­cu­los pa­ra os po­li­ci­ais, o que es­ten­deu o tem­po de apu­ra­ção do cri­me. Ape­sar de agir de for­ma ela­bo­ra­da, não se sa­be se os as­sas­si­nos de Marielle e An­der­son fo­ram con­tra­ta­dos pe­la De­ep Web.

DA­NI­EL CASTELO BRAN­CO

Wit­zel: ‘Pró­xi­mo de so­lu­ção’

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.