Agre­di­da a gol­pes de pá Te­ve o ros­to des­fi­gu­ra­do pe­lo ex, que não acei­tou o fim do na­mo­ro

Meiahora - RJ - - POLÍCIA -

Es­te­fa­ni Go­mes Tog­no­chi, de 19 anos, foi agre­di­da pe­lo ex-na­mo­ra­do com gol­pes de pá de pe­drei­ro na ca­be­ça e ros­to após ter­mi­nar o re­la­ci­o­na­men­to com ele, na úl­ti­ma quin­ta-fei­ra. O ca­so acon­te­ceu na an­ti­ga Es­tra­da dos Ín­di­os, em An­gra dos Reis, na Re­gião da Cos­ta Ver­de do es­ta­do. Após a agres­são, o agres­sor a jo­gou em um matagal achan­do que ela ha­via mor­ri­do.vi­zi­nhos a en­con­tra­ram e so­cor­re­ram.

A jo­vem es­tá mui­to ma­chu­ca­da e con­ti­nua in­ter­na­da no Hos­pi­tal Ge­ral da Ja­puí­ba, em An­gra, aguar­dan­do va­ga pa­ra ser trans­fe­ri­da pa­ra o Rio. O agres­sor es­tá fo­ra­gi­do. O ca­so foi re­gis­tra­do na De­le­ga­cia Es­pe­ci­al de Aten­di­men­to à Mu­lher (De­am) co­mo ten­ta­ti­va de fe­mi­ni­cí­dio.

“Eles fi­ca­ram jun­tos só du­as se­ma­nas e ele co­me­çou a agre­dir a mi­nha so­bri­nha. Ele ame­a­ça­va ma­tá-la, en­tão ela foi fi­can­do com me­do de se­pa­rar”, con­ta uma tia da jo­vem, que pe­diu pa­ra não ser iden­ti­fi­ca­da.

Quan­do Es­te­fa­ni re­sol­veu ter­mi­nar o re­la­ci­o­na­men­to, o ex­na­mo­ra­do a pu­xou pe­lo bra­ço. “Ele veio com a pá e deu no ros­to de­la. En­quan­to ba­tia, ele fa­la­va que se ela não fos­se de­le, não se­ria de mais nin­guém”, afir­mou a tia.

Se­gun­do ela, a jo­vem tem pro­ble­mas de saú­de.“co­mo ela tem cri­se con­vul­si­va e to­ma re­mé­dio con­tro­la­do, ela fi­cou imó­vel de­pois que ele ba­teu ne­la. Ele achou que mi­nha so­bri­nha es­ta­va mor­ta e fu­giu. Ele en­tão a jo­gou no ma­to per­to da pis­ta. Uma vi­zi­nha viu e cha­mou­os­bom­bei­ro­se­a­le­va­ram pa­ra o hos­pi­tal”. Após ser agre­di­da, Es­te­fa­ni foi jo­ga­da pe­lo ex-na­mo­ra­do­e­mum­ma­ta­galà­bei­ra­da es­tra­da e so­cor­ri­da por vi­zi­nhos.

Se­gun­do a fa­mí­lia, os mé­di­cos proi­bi­ram Es­te­fa­ni de fa­lar de­vi­do às le­sões. Ela es­ta­ria com vá­ri­os os­sos que­bra­dos.“ela fa­la que es­tá do­en­do mui­to e fi­ca o tem­po to­do do­pa­da. O mé­di­co até a proi­biu­de­fa­lar­so­bre­o­as­sun­to­por­que se emo­ci­o­na bas­tan­te”, dis­se a tia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.