COM CAU­TE­LA!

Mente Curiosa - - NEWS -

Ape­sar de ne­ces­sá­rio, o uso con­tí­nuo de an­ti­de­pres­si­vos po­de tra­zer al­guns ris­cos à saú­de e al­te­ra­ções na fun­ci­o­na­li­da­de de de­ter­mi­na­das par­tes do cor­po. Al­gu­mas mu­dan­ças bi­o­fí­si­cas po­dem sur­gir, oca­si­o­nan­do tem­po­ra­ri­a­men­te insô­nia, erup­ções cu­tâ­ne­as, além de do­res — co­mo de ca­be­ça, mus­cu­la­res, ar­ti­cu­la­res e de estô­ma­go. Náu­se­as e di­ar­reia tam­bém po­dem ser um pro­ble­ma. Os an­ti­de­pres­si­vos po­dem cau­sar uma re­du­ção da ca­pa­ci­da­de de co­a­gu­la­ção do san­gue, já que há uma di­mi­nui­ção na con­cen­tra­ção do neu­ro­trans­mis­sor se­ro­to­ni­na nas pla­que­tas. O mé­di­co res­pon­sá­vel pe­la pres­cri­ção do me­di­ca­men­to pre­ci­sa es­tar aten­to ao uso de ou­tros re­mé­di­os. Se o an­ti­de­pres­si­vo for to­ma­do jun­to com ou­tro fár­ma­co que au­men­ta a ati­vi­da­de da se­ro­to­ni­na, é pos­sí­vel de­sen­vol­ver a sín­dro­me da se­ro­to­ni­na. Com is­so, po­dem ocor­rer pal­pi­ta­ções, su­do­re­se, fe­bre al­ta, pres­são ar­te­ri­al ele­va­da e, por ve­zes, de­lí­ri­os. Além dis­so, po­dem cau­sar es­pas­mos mus­cu­la­res e ti­ques, as­sim co­mo a di­mi­nui­ção do ape­ti­te e do de­sem­pe­nho se­xu­al do pa­ci­en­te. Du­ran­te a gra­vi­dez, o uso de­ve ser acom­pa­nha­do pe­lo mé­di­co res­pon­sá­vel.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.