TI­POS DE APLI­CA­ÇÕES

Mente Curiosa - - EDITORIAL -

"Ge­ral­men­te as pes­so­as che­gam com trau­mas, apre­sen­tam si­tu­a­ções co­mo bullying, pro­ble­mas do pas­sa­do ou até mes­mo pro­ble­mas con­ju­gais. O tra­ba­lho de hip­no­se tam­bém aju­da no res­ga­te des­sa au­to­es­ti­ma e do amor pró­prio"

Ta­lit­ta Ma­ci­el, nu­tri­ci­o­nis­ta e hip­no­te­ra­peu­ta

De acor­do com a OMNI Bra­sil, con­si­de­ra­da um dos ins­ti­tu­tos de hip­no­te­ra­pia mais re­no­ma­dos do Bra­sil, a hip­no­te­ra­pia po­de ser apli­ca­da em di­fe­ren­tes ne­ces­si­da­des hu­ma­nas. Con­fi­ra a se­guir al­gu­mas de­las lis­ta­das pe­lo ins­ti­tu­to:

1. Tra­ta­men­tos Psi­co­ló­gi­cos:

aqui a te­ra­pia que uti­li­za a hip­no­se co­mo fer­ra­men­ta é vol­ta­da pa­ra tra­tar dis­túr­bi­os co­mo de­pres­são, fo­bi­as, an­si­e­da­de, TOC, trau­mas, com­pul­sões ali­men­ta­res, ques­tões se­xu­ais, ob­ses­sões, en­tre ou­tros.

2. De­sen­vol­vi­men­to Pes­so­al e Al­ta Per­for­man­ce:

é mui­to co­mum que al­guns profissionais bus­quem a hip­no­te­ra­pia pa­ra oti­mi­zar o seu tra­ba­lho e de­sen­vol­vi­men­to pes­so­al. Com es­sa fi­na­li­da­de po­dem ser tra­ba­lha­dos o fo­co, con­cen­tra­ção, ca­pa­ci­da­de de li­de­ran­ça e até mes­mo com­ba­ter a pro­cras­ti­na­ção e me­lho­rar a to­ma­da de de­ci­sões.

3. Au­to-hip­no­se:

mui­tos profissionais afir­mam que saí­mos e en­tra­mos do estado de hip­no­se o dia to­do, em di­fe­ren­tes si­tu­a­ções. O se­gre­do es­tá em re­co­nhe­cer is­so e res­sig­ni­fi­car es­ses mo­men­tos. Por is­so, a au­to-hip­no­se po­de ser uma apli­ca­ção da hip­no­te­ra­pia que es­ti­mu­la não ape­nas o au­to­con­tro­le, mas tam­bém a au­to­cu­ra. Au­men­to de con­fi­an­ça, alí­vio de an­si­e­da­de e es­tres­se.

4. Mu­dan­ças de Há­bi­tos e Ví­ci­os:

a hip­no­te­ra­pia é apli­ca­da pa­ra tra­tar o há­bi­to de ro­er unhas, fu­mar, con­su­mir be­bi­das al­coó­li­cas ou ou­tros ti­pos de dro­gas. Tam­bém po­de aju­dar em há­bi­tos de vi­da co­mo a com­pra com­pul­si­va, com­pul­são se­xu­al ou ciú­me pa­to­ló­gi­co.

5. Saúde:

quan­do o as­sun­to é dor fí­si­ca, a hip­no­te­ra­pia tam­bém ofe­re­ce so­lu­ções. Nes­se sen­ti­do, po­dem ser tra­ta­das do­res e do­en­ças crônicas, es­tres­se, dis­túr­bi­os de so­no, obe­si­da­de, as­ma, aler­gi­as, en­tre ou­tros.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.