Vi­etnà aqui é

Menu - - Tendência - Jan­tar no cen­tro fa­ce­bo­ok.com/jan­tar­no­cen­tro

Re­ce­ber os ami­gos em ca­sa sem­pre foi uma das pai­xões da jor­na­lis­ta Da­ni Bor­ges e de seu ma­ri­do, Fer­nan­do Bri­to. Há cer­ca de dois anos, o cres­cen­te mo­vi­men­to de jan­ta­res com­par­ti­lha­dos no País ins­pi­rou o ca­sal de an­fi­triões a cri­ar o pro­je­to Jan­tar no Cen­tro, no qual abrem as por­tas de seu apar­ta­men­to no Co­pan, edi­fí­cio icô­ni­co do cen­tro de São Paulo, pa­ra jan­ta­res vi­et­na­mi­tas. A co­zi­nha do Su­des­te Asiá­ti­co é ou­tra gran­de pai­xão do ca­sal. “Há cin­co anos, nós vi­a­ja­mos pa­ra o Vi­etnã e vol­ta­mos en­can­ta­dos pe­la co­mi­da lo­cal. Is­so me ins­ti­gou a pes­qui­sar so­bre a cu­li­ná­ria de lá”, con­ta Da­ni, que co­man­da a co­zi­nha. En­quan­to is­so, Bri­to cui­da dos con­vi­da­dos, cer­ca de 20, aco­mo­da­dos nu­ma me­sa co­mu­ni­tá­ria, que é mon­ta­da na sa­la de te­vê do ca­sal.

Em­bo­ra o pro­je­to te­nha co­me­ça­do de for­ma des­pre­ten­si­o­sa, ga­nhou cor­po e es­tá pre­vis­to pa­ra ou­tu­bro a inau­gu­ra­ção do Bia Hoi SP, pub de es­ti­lo vi­et­ma­mi­ta, que te­rá uma se­le­ção de pra­tos pa­ra com­par­ti­lhar e cervejas es­pe­ci­ais. Co­mo não po­de­ria dei­xar de ser, re­cei­tas que fa­zem su­ces­so no Jan­tar no Cen­tro fa­rão par­te do me­nu, co­mo o mig­non de por­co com ca­ra­me­lo de lei­te de co­co, que mes­cla os sa­bo­res do­ce e sal­ga­do – mar­ca da co­zi­nha de Ha­noi, ca­pi­tal vi­et­na­mi­ta. É só aguar­dar.

Lo­ca­li­za­da no bair­ro pau­lis­ta­no do Bro­o­klin, uma lin­da ca­sa cons­truí­da nos anos 1940 é ce­ná­rio do Ma­ri­na­da, pro­je­to inau­gu­ra­do no ano pas­sa­do pe­lo ca­sal de chefs Ma­no­e­la Lé­bron e Igor Mar­tins. No es­pa­ço, que tam­bém é re­si­dên­cia do ca­sal, eles re­a­li­zam even­tos gas­tronô­mi­cos, au­las, con­sul­to­ri­as e jan­ta­res com­par­ti­lha­dos – boa par­te vol­ta­da pa­ra o meio cor­po­ra­ti­vo. “Nos­so de­se­jo era re­ce­ber as pes­so­as em nos­sa ca­sa, nu­ma pro­pos­ta bem mais in­ti­mis­ta”, con­ta Ma­no­e­la.

Jun­tos há se­te anos, eles se co­nhe­ce­ram quan­do Ma­no­e­la foi es­ta­giá­ria de Mar­tins na co­zi­nha do D.O.M., de São Paulo. De lá pa­ra cá, am­bos pas­sa­ram por inú­me­ros res­tau­ran­tes ba­da­la­dos, mas de­ci­di­ram fa­zer o ca­mi­nho in­ver­so: em vez de um res­tau­ran­te pró­prio, que­ri­am se en­vol­ver num pro­je­to pes­so­al. “Há dois anos de­ci­di­mos pro­cu­rar uma ca­sa que ti­ves­se aces­si­bi­li­da­de a to­dos e que ti­ves­se ter­ra, pa­ra que pu­dés­se­mos ter a nos­sa hor­ta”, con­ta a chef.

O quin­tal abri­ga um pé de amo­ra e um li­mo­ei­ro – mu­das tra­zi­das do quin­tal da avó de Ma­no­e­la, em Ube­ra­ba (MG), ter­ra na­tal da chef. Aliás, a co­zi­nha mi­nei­ra es­tá mui­to pre­sen­te nos pra­tos ser­vi­dos pe­lo ca­sal, co­mo o pão de quei­jo fei­to com pol­vi­lho de Ara­xá (MG) e o lom­bo de cor­dei­ro na fa­ri­nha de man­di­o­ca com pu­rê de ba­na­na e ora-pro-nó­bis (da hor­ta do ca­sal), que eles apre­sen­tam pa­ra es­ta re­por­ta­gem.

An­fi­triões por vo­ca­ção, o ca­sal Da­ni Bor­ges e Fer­nan­do Bri­to faz jan­ta­res vi­et­na­mi­tas em ca­sa. Abai­xo, o mig­non de por­co com ca­ra­me­lo de lei­te de co­co

O pas­so a pas­so do pre­pa­ro do cor­dei­ro com pu­rê de ba­na­na e ora-pro-nó­bis, ser­vi­do pe­los chefs Ma­no­e­la Le­brón e Igor Mar­tins (fo­to ao la­do), que re­ce­bem os co­men­sais nu­ma ca­sa da dé­ca­da de 1940

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.