Go­ver­no diz que pro­tes­tos têm ‘cu­nho po­lí­ti­co’

Gre­ve dos ca­mi­nho­nei­ros. Se­te ma­ni­fes­tan­tes in­fil­tra­dos são pre­sos em blo­quei­os de ro­do­vi­as, se­gun­do mi­nis­tro. Pa­di­lha afir­ma que abas­te­ci­men­to es­tá sen­do ‘nor­ma­li­za­do’

Metro Brazil (ABC) - - ECONOMIA -

O go­ver­no dis­se on­tem que não ha­via mais ro­do­vi­as blo­que­a­das em de­cor­rên­cia do 9º dia de gre­ve dos ca­mi­nho­nei­ros, mas ad­mi­tiu que ain­da exis­ti­am pon­tos de con­cen­tra­ção. Se­gun­do o mi­nis­tro da Ca­sa Ci­vil, Eli­seu Pa­di­lha, o abas­te­ci­men­to nas ci­da­des es­tá sen­do “nor­ma­li­za­do”.

“O que es­ta­mos ven­do ho­je são ma­ni­fes­ta­ções que en­vol­vem po­pu­la­res, e tam­bém al­guns ca­sos ca­mi­nho­nei­ros, ób­vio. E o cu­nho da ma­ni­fes­ta­ção ex­tra­va­sa as ques­tões e rei­vin­di­ca­ções dos ca­mi­nho­nei­ros e ga­nha já um cor­po de ma­ni­fes­ta­ções po­lí­ti­cas”, dis­se Pa­di­lha.

O mi­nis­tro do Ga­bi­ne­te de Se­gu­ran­ça Ins­ti­tu­ci­o­nal, Sér­gio Et­che­goyen, dis­se que se­te in­fil­tra­dos fo­ram pre­sos on­tem no Ma­ra­nhão por obs­truí­rem as vi­as. Se­gun­do o go­ver­no, ne­nhum de­les era ca­mi­nho­nei­ro.

“Ho­je li­da­mos mui­to mais com ma­ni­fes­ta­ções não ca­mi­nho­nei­ras que têm bus­ca­do obs­truir as vi­as. São ma­ni­fes­ta­ções opor­tu­nis­tas que apa­ren­te­men­te têm co­or­de­na­ção en­tre si e se­rão tra­ta­dos co­mo obs­tru­ção ao abas­te­ci­men­to”, afir­mou Et­che­goyen.

Fo­ram re­gis­tra­dos 616 “pon­tos de con­cen­tra­ção de ca­mi­nho­nei­ros”, sem blo­queio de es­tra­das, se­gun­do ba­lan­ço di­vul­ga­do pe­la Po­lí­cia Ro­do­viá­ria Fe­de­ral na tar­de de on­tem. Até se­gun­da, eram 594 “pon­tos em si­tu­a­ção de blo­queio”, Ape­sar dos pon­tos, ha­via ape­nas três lo­cais de blo­quei­os to­tais de ro­do­vi­as, em Mi­nas Ge­rais, Ce­a­rá e no en­tor­no do Dis­tri­to Fe­de­ral.

For­ças de se­gu­ran­ça or­ga­ni­za­ram es­col­tas pa­ra os ca­mi­nhões que de­ci­dis­sem dei­xar as con­cen­tra­ções em bus­ca de dar se­gu­ran­ça di­an­te de ame­a­ças e de atos de van­da­lis­mo. “Por que é que eles es­tão con­cen­tra­dos ain­da na­que­las lo­ca­li­da­des? Por­que eles ain­da es­tão um tan­to quan­to re­ce­o­sos de co­me­çar a cir­cu­lar nas ro­do­vi­as. Por es­se mo­ti­vo, a ques­tão de a gen­te cri­ar cor­re­do­res li­vres pa­ra dar se­gu­ran­ça pa­ra que vol­te a ro­ti­na do trans­por­te de mer­ca­do­ri­as nes­te país”, dis­se o cor­re­ge­dor-ge­ral da PRF, Cé­lio Cons­tan­ti­no.

In­ves­ti­ga­ção de lo­cau­te

Se­gun­do o mi­nis­tro da Se­cre­ta­ria de Go­ver­no, Car­los Ma­run, a Po­lí­cia Fe­de­ral já in­ti­mou 48 pes­so­as pa­ra de­por na in­ves­ti­ga­ção de lo­cau­te no mo­vi­men­to. O lo­cau­te ocor­re quan­do pa­trões usam os tra­ba­lha­do­res pa­ra ob­ter van­ta­gens fi­nan­cei­ras e é uma ile­ga­li­da­de pu­ní­vel com pri­são e mul­ta. Por con­ta des­ses inqué­ri­tos, o go­ver­no es­tá cer­to de que do­nos de trans­por­ta­do­ras tam­bém es­ti­ve­ram à fren­te da pa­ra­li­sa­ção.

“Não há ris­co de in­ter­ven­ção mi­li­tar [em de­cor­rên­cia da gre­ve dos ca­mi­nho­nei­ros]”

PRE­SI­DEN­TE MI­CHEL TE­MER EM EN­TRE­VIS­TA A JORNALISTA­S ES­TRAN­GEI­ROS

“Vi­vo no sé­cu­lo 21. Não ve­jo ne­nhum mi­li­tar, não ve­jo For­ças Ar­ma­das pen­san­do nis­so”

MI­NIS­TRO-CHE­FE DO GA­BI­NE­TE DE SE­GU­RAN­ÇA INS­TI­TU­CI­O­NAL DA PRE­SI­DÊN­CIA, SER­GIO ET­CHE­GOYEN

“Não te­mos ne­nhu­ma con­cor­dân­cia com es­sa ideia. Se­gui­mos o que es­tá na Cons­ti­tui­ção bra­si­lei­ra”

CHE­FE DO ES­TA­DO MAI­OR CON­JUN­TO DAS FOR­ÇAS AR­MA­DAS, AL­MI­RAN­TE ADE­MIR SO­BRI­NHO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.