Trá­fi­co to­ma 5 es­ta­ções do BRT

Se­cre­tá­rio do Rio de Ja­nei­ro diz que mo­to­ris­tas são ame­a­ça­dos e que po­der pú­bli­co per­deu con­tro­le so­bre os pon­tos de pa­ra­da. Po­lí­cia Mi­li­tar não en­con­tra ban­di­dos

Metro Brazil (ABC) - - BRASIL -

A ex­pec­ta­ti­va de o BRT ter­mi­nar o dia de on­tem com a re­to­ma­da de to­dos os ser­vi­ços e 100% da fro­ta cir­cu­lan­do foi frus­tra­da não pe­la fal­ta de com­bus­tí­vel, mas sim por pro­ble­ma de se­gu­ran­ça. À tar­de, a Pre­fei­tu­ra do Rio de Ja­nei­ro fez gra­ve de­nún­cia, re­pas­sa­da pe­lo con­sór­cio que ad­mi­nis­tra os ôni­bus ar­ti­cu­la­dos, de que cin­co es­ta­ções do cor­re­dor fo­ram to­ma­das por tra­fi­can­tes ar­ma­dos.

“As es­ta­ções vi­ra­ram gran­des qui­os­ques, lo­jas do trá­fi­co de dro­gas e o po­der pú­bli­co per­deu o con­tro­le. Is­so é ina­cei­tá­vel! Ti­ve­mos a in­for­ma­ção do BRT de que ele não es­tá con­se­guin­do ope­rar por con­ta dis­so. [Es­tão] ame­a­çan­do fun­ci­o­ná­ri­os e es­tá im­pos­sí­vel ope­rar”, ex­pli­cou o se­cre­tá­rio mu­ni­ci­pal da Ca­sa Ci­vil, Pau­lo Mes­si­na.

Ele in­for­mou que a pre­fei­tu­ra pe­diu so­cor­ro à Se­cre­ta­ria de Es­ta­do de Se- gu­ran­ça pa­ra re­to­mar o con­tro­le do lo­cal, mas, até o fe­cha­men­to des­ta edi­ção, ne­nhu­ma ope­ra­ção ha­via si­do fei­ta. A pas­ta não quis se pro­nun­ci­ar e a PM dis­se que foi até as es­ta­ções, mas não en­con­trou cri­mi­no­sos. O BRT in­for­mou que só vol­ta a ope­rar no tre­cho quan­do hou­ver se­gu­ran­ça.

As es­ta­ções do­mi­na­das por cri­mi­no­sos es­ta­vam fe­cha­das des­de quin­ta-fei­ra por con­ta da gre­ve dos ca­mi­nho­nei­ros. Se­gun­do Mes­si­na, al­guns ôni­bus pa­ram nas es­ta­ções por­que são obri­ga­dos. “Se não o trá­fi­co jo­ga pe­dra, ati­ra. Os fun­ci­o­ná­ri­os es­tão so­fren­do ame­a­ça, es­tá gra­vís­si­ma a si­tu­a­ção”, dis­se.

O BRT re­to­mou o ser­vi­ço Ma­du­rei­ra-Ga­leão, do Trans­ca­ri­o­ca, que tam­bém ha­via si­do in­ter­rom­pi­do. Já a es­ta­ção Ota­vi­a­no per­ma­ne­ce fe­cha­da por cau­sa de van­da­lis­mo.

Os ôni­bus con­ven­ci­o­nais tam­bém não fo­ram to­dos às ru­as O sin­di­ca­to in­for­mou que a fro­ta ope­rou com 71% da ca­pa­ci­da­de.

| RA­FA­EL KHALID/FUTURA PRESS

Es­ta­ção de Ma­du­rei­ra do BRT fi­cou cheia on­tem com a re­to­ma­da de par­te do sis­te­ma

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.