Ma­cri ele­va sa­lá­rio e con­ge­la com­bus­tí­veis

Me­di­das vi­sam re­con­quis­tar elei­tor que deu vi­tó­ria a opo­si­ção nas pri­má­ri­as

Metro Brasil (ABC) - - MUNDO -

O pre­si­den­te da Ar­gen­ti­na, Mau­ri­cio Ma­cri, anun­ci­ou on­tem uma sé­rie de me­di­das econô­mi­cas que in­clu­em o au­men­to de 25% do sa­lá­rio mí­ni­mo e o con­ge­la­men­to do pre­ço do com­bus­tí­vel por 90 di­as. O pa­co­te foi di­vul­ga­do ape­nas três di­as após Ma­cri, can­di­da­to à re­e­lei­ção à Presidênci­a em ou­tu­bro, per­der as pri­má­ri­as para o kir­ch­ne­ris­mo.

Ana­lis­tas ve­em as me­di­das co­mo uma es­tra­té­gia para re­ver­ter sua bai­xa po­pu­la­ri­da­de. “Acho que ele to­ma es­sas me­di­das tar­di­a­men­te sem con­si­de­rar as con­sequên­ci­as”, afir­mou o ad­ver­sá­rio, Al­ber­to Fer­nán­dez. Mas, de acor­do com Ma­cri, elas já vi­nham sen­do tra­ba­lha­das por sua equi­pe econô­mi­ca.

O pú­bli­co-al­vo das me­di­das é a classe mé­dia-bai­xa da po­pu­la­ção ar­gen­ti­na, que tem apoi­a­do a can­di­da­tu­ra do opo­si­tor Fer­nán­dez à presidênci­a. Ele tem co­mo vi­ce em sua cha­pa a ex-pre­si­den­te Cris­ti­na Kir­ch­ner. Nas pri­má­ri­as, o kir­ch­ne­ris­ta re­ce­beu 48% dos vo­tos, con­tra 33% do atu­al pre­si­den­te.

Na se­gun­da-fei­ra, Ma­cri che­gou a di­zer que “o kir­ch­ne­ris­mo iso­la a Ar­gen­ti­na do mun­do”. On­tem, ao anun­ci­ar o pa­co­te pe­la TV, mu­dou o dis­cur­so: “Con­vi­do a opo­si­ção para o diá­lo­go”.

“A Ar­gen­ti­na co­me­ça a tri­lhar o ru­mo da Ve­ne­zu­e­la, por­que, nas pri­má­ri­as, ban­di­dos de es­quer­da co­me­ça­ram a vol­tar ao po­der”

JAIR BOL­SO­NA­RO, PRE­SI­DEN­TE DO BRA­SIL

| A.MARCARIAN/ REUTERS

Mer­ce­a­ria em Bu­e­nos Ai­res: Ma­cri anun­cia pa­co­te pe­la TV

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.