CAVANDO FUN­DO

HQ ‘ TRÊS BU­RA­COS’ MESCLA FAROESTE, TERRORE CRÍ­TI­CA SO­CI­AL

Metro Brasil (ABC) - - PRIMEIRA PÁGINA - PAU­LO BORGIA METRO SÃO PAU­LO

“Tâ­nia e seu ir­mão cres­ce­ram en­tre o ga­rim­po, o pu­tei­ro e o ce­mi­té­rio. Daí o no­me do lu­gar: Três Bu­ra­cos”. Lo­go de ca­ra o de­se­nhis­ta e es­cri­tor Shi­ko en­tre­ga a pre­mis­sa de sua mais no­va obra, “Três Bu­ra­cos”, lan­ça­do re­cen­te­men­te pe­la Edi­to­ra Mi­no, uma obra den­sa, que en­vol­ver ter­ror, ques­tões psi­co­ló­gi­cas em um cli­ma de faroeste em uma ci­da­de no in­te­ri­or da Pa­raí­ba.

A nar­ra­ti­va tem Tâ­nia co­mo per­so­na­gem prin­ci­pal. Ela é a úni­ca que re­sis­te fi­car no ga­rim­po em bus­ca de uma pe­dra mui­to va­li­o­sa, a Tur­ma­li­na Azul, e es­sa pre­ci­o­si­da­de é a ra­zão do fim de tu­do por ali, já que a mal­di­ção de um mor­to fez as pes­so­as fu­gi­rem e a ci­da­de fi­car aban­do­na­da. Ou­tro mo­ti­vo da der­ro­ca­da é a mor­te de De­le­ga­do, pai da ga­rim­pei­ra, que a seu mo­do con­se­guia man­ter or­dem no lo­cal.

Ob­ce­ca­da, Tâ­nia vi­ve em uma ro­ti­na de ga­rim­po e mais na­da. Cons­tan­te­men­te seus so­nhos são vi­si­ta­dos por mor­tos, que in­sis­tem pa­ra que ela si­ga nes­sa bus­ca sem fim pe­la Tur­ma­li­na – que, se­gun­da ela, a ti­ra­ria da­que­le lu­gar. Po­rém, es­ses so­nhos – ou pe­sa­de­los – co­me­çam a se mis­tu­rar com seus mo­men­tos de vi­gí­lia, afe­tan­do sua no­ção de re­a­li­da­de.

O cli­ma faroeste sur­ge com o re­tor­no de seu ir­mão, Ca­nho­to, que fo­ge da pri­são e bus­ca apoio de Tâ­nia pa­ra um as­sal­to a ban­co. Um ver­da­dei­ro bang-bang no ser­tão pa­rai­ba­no, que se­gun­do o au­tor, não é mui­to di­fe­ren­te do que ocor­re na vi­da re­al atu­al­men­te. Re­fe­rên­ci­as ao fa­ro­es­tes ita­li­a­no de Sérgio Le­o­ne tam­bém são cla­ras.

“Três Bu­ra­cos” é con­tem­pla­da ain­da pe­lo for­ró de Luiz Gon­za­ga, com “Bu­ra­co de Ta­tu”, e a can­ti­ga me­di­e­val de Pe­dro Cal­de­rón de la Bar­ca, com tre­cho da pe­ça “A Vi­da é So­nho”, pa­ra em­ba­lar as al­mas – vi­vas ou mor­tas – que bus­cam a sal­va­ção pa­ra fu­gir do in­fer­no.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.