Ple­ná­rio do STF vo­ta ação que be­ne­fi­ci­a­ria Lu­la

‘Ca­so Ben­di­ne’ po­de abrir pre­ce­den­te pa­ra re­vi­são de con­de­na­ções da La­va Ja­to

Metro Brazil (ABC) - - PRIMEIRA PÁGINA -

O ple­ná­rio do STF ( Su­pre- mo Tri­bu­nal Fe­de­ral) vai ana­li­sar ho­je ha­be­as cor­pus apre­sen­ta­do pe­la de­fe­sa de ex-ge­ren­te da Pe­tro­bras que po­de anu­lar con­de­na­ções da ope­ra­ção La­va Ja­to.

Os mi­nis­tros vão dis­cu­tir o di­rei­to de um réu se ma­ni­fes­tar na ação após as ale­ga­ções dos de­la­to­res acu­sa­dos no mes­mo pro­ces­so. A ação é se­me­lhan­te ao “ca­so Ben­di­ne”.

Em 27 de agos­to, a 2ª Tur­ma do Su­pre­mo anu­lou, pe­la pri­mei­ra vez, uma con­de­na­ção da La­va Ja­to ao aco­lher o pe­di­do dos ad­vo­ga­dos do ex-pre­si­den­te do Ban­co do Bra­sil e da Pe­tro­bras Al­de­mir Ben­di­ne, acu­sa­do de re­ce­ber R$ 3 mi­lhões em pro­pi­na.

O en­ten­di­men­to foi de que réus de­la­ta­dos, co­mo Ben­di­ne, não po­de­ri­am fa­zer su­as ale­ga­ções fi­nais (úl­ti­ma ma­ni­fes­ta­ção) ao mes­mo tem­po que os réus de­la­to­res, pois is­so pre­ju­di­ca a de­fe­sa, que po­de fi­car im­pe­di­da de re­ba­ter de­nún­ci­as.

Es­se pro­ce­di­men­to foi usa­do em di­ver­sos pro­ces­sos da La­va Ja­to, co­mo os con­du­zi­dos pe­lo ex-juiz e ho­je mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pública Sergio Mo­ro.

O re­sul­ta­do do jul­ga­men­to de ho­je vai de­fi­nir qual é o en­ten­di­men­to do ple­ná­rio do STF so­bre o te­ma e po­de le­var à anu­la­ção de con­de­na­ções da La­va Ja­to e be­ne­fi­ci­ar réus co­mo o ex-pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lu­la da Silva.

A for­ça-ta­re­fa do MPF (Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral) dis­se que es­sa di­fe­ren­ci­a­ção de pra­zo pa­ra as ale­ga­ções de réus não exis­te na lei bra­si­lei­ra e que se es­se pas­sar a ser o en­ten­di­men­to do STF, “po­de­rão ser anu­la­das 32 sen­ten­ças, en­vol­ven­do 143 den­tre 162 réus con­de­na­dos pe­la La­va Ja­to”.

Pa­ra li­mi­tar es­se efei­to cas­ca­ta, a Cor­te es­tu­da cri­ar uma es­pé­cie de tra­va pa­ra as fu­tu­ras de­ci­sões. Uma das pos­si­bi­li­da­des é que o mi­nis­tros de­fi­nam que o no­vo en­ten­di­men­to te­nha va­li­da­de ape­nas pa­ra os pe­di­dos que fo­ram fei­tos nas ins­tân­ci­as in­fe­ri­o­res e re­jei­ta­dos – e não pa­ra os que fo­rem for­mu­la­dos a par­tir de ago­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.