NÃO É UMA GRA­CI­NHA?

An­drea Beltrão en­ca­ra o de­sa­fio de vi­ver a apre­sen­ta­do­ra He­be Ca­mar­go nas te­las

Metro Brazil (ABC) - - PRIMEIRA PÁGINA - EDU­AR­DO RI­BEI­RO ME­TRO SÃO PAU­LO

“Nun­ca quis fa­zer um tra­ba­lho que fi­cas­se lu­tan­do pa­ra ter uma in­cor­po­ra­ção”

AN­DREA BELTRÃO, ATRIZ

“He­be: A Es­tre­la do Bra­sil”, fil­me que es­treia ho­je nos ci­ne­mas, re­mon­ta aos anos 1980 pa­ra tra­çar um per­fil de He­be Ca­mar­go, uma das fi­gu­ras mais mar­can­tes na his­tó­ria da mí­dia bra­si­lei­ra.

O Bra­sil vi­via uma de su­as pi­o­res cri­ses en­quan­to a apre­sen­ta­do­ra apa­re­cia na te­la exu­be­ran­te. Ao com­ple­tar 40 anos de pro­fis­são e per­to de che­gar aos 60 anos de vi­da, ela já não su­por­ta­va a pos­ses­si­vi­da­de do ma­ri­do, o sa­lá­rio bai­xo pa­ra seu pos­to, a cen­su­ra e a corrupção go­ver­na­men­tais.

No lon­ga, du­ran­te a tran­si­ção da di­ta­du­ra mi­li­tar pa­ra a de­mo­cra­cia, ela pre­fe­re o ris­co de per­der seu es­pa­ço ao dei­xar de bri­gar con­tra o to­lhi­men­to de sua au­to­no­mia. En­tre o bri­lho da vi­da pú­bli­ca e as agru­ras da dor pri­va­da, o re­cor­te mos­tra He­be sob ân­gu­lo in­ti­mis­ta.

Pa­ra re­cri­ar o Bra­sil dos anos 1985-86, o mun­do da apre­sen­ta­do­ra nes­se pe­río­do e os per­so­na­gens, o di­re­tor Mau­rí­cio Fa­ri­as reuniu par­cei­ros de lon­ga da­ta. “O ro­tei­ro tem um olhar sur­pre­en­den­te so­bre a vi­da da He­be, que eu des­co­nhe­cia”, co­men­tou ele. Pa­ra a ro­tei­ris­ta, Carolina Kots­cho, es­sa fa­se tra­duz a es­sên­cia da He­be. “É quan­do ela trans­bor­da e ga­nha voz. Dei­xa de ser uma apre­sen­ta­do­ra, uma ‘gra­ci­nha’, pa­ra se po­si­ci­o­nar po­li­ti­ca­men­te, com­prar bri­gas e se ex­por de uma ma­nei­ra que nun­ca ti­nha fei­to an­tes, por­que ela en­ten­de que tem es­se po­der e es­sa res­pon­sa­bi­li­da­de.”

An­drea Beltrão é quem vi­ve a pro­ta­go­nis­ta, em pa­pel ca­ti­van­te que sou­be ex­pres­sar cor­po­ral­men­te e im­pri­mir no sem­blan­te to­da a emo­ti­vi­da­de, em­pa­tia e fir­me­za de pro­pó­si­tos de He­be. “Nun­ca quis fa­zer um tra­ba­lho que fi­cas­se lu­tan­do pa­ra ter uma in­cor­po­ra­ção”, pon­tu­ou. “Que­ria que ela es­ti­ves­se, mas que eu tam­bém es­ti­ves­se, e que nós du­as criás­se­mos en­tão uma ter­cei­ra pes­soa, es­sa que vai nu­ma e vai na ou­tra.”

DI­VUL­GA­ÇÃO

An­drea Beltrão em ce­na de ‘He­be: A Es­tre­la do Bra­sil’

DI­VUL­GA­ÇÃO

Ce­na de “He­be”, em mo­men­to em­ble­má­ti­co do fil­me

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.