Aráoz con­ti­nua co­mo vi­ce

Re­nún­cia só é vá­li­da se fei­ta ao ple­ná­rio do Con­gres­so, dis­sol­vi­do na se­gun­da-fei­ra

Metro Brazil (ABC) - - ECONOMIA -

O pre­si­den­te do Con­se­lho de Mi­nis­tros do Pe­ru, Vi­cen­te Ze­bal­los, ter­cei­ro pos­to na hi­e­rar­quia do go­ver­no, dis­se on­tem que, de acor­do com a Cons­ti­tui­ção, Mer­ce­des Aráoz se­gue sen­do vi­ce-pre­si­den­te, já que a re­nún­cia a seu car­go de­ve ser apre­sen­ta­da ao ple­ná­rio do Con­gres­so, dis­sol­vi­do na úl­ti­ma se­gun­da-fei­ra (qua­dro abai­xo).

“Do pon­to de vis­ta po­lí­ti­co e cons­ti­tu­ci­o­nal, ela ain­da é vi­ce-pre­si­den­te do Pe­ru por­que se de­mi­tiu pe­lo Twit­ter an­tes de co­mu­ni­car ao ple­ná­rio do Con­gres­so e o Con­gres­so não exis­tir por­que foi dis­sol­vi­do”, afir­mou Ze­bal­los.

Mer­ce­des Aráoz pu­bli­cou na noi­te da úl­ti­ma ter­ça-fei­ra uma car­ta en­vi­a­da a Pe­dro Ola­e­chea (pre­si­den­te do Con­gres­so) na qual anun­cia que re­nun­cia à or­dem que re­ce­beu da ses­são ple­ná­ria do par­la­men­to dis­sol­vi­do afir­man­do que não exis­tem “con­di­ções mí­ni­mas” pa­ra de­sem­pe­nhar a fun­ção.

Após a re­nún­cia de Mer­ce­des Aráoz, Pe­dro Ola­e­chea, pre­si­den­te da Co­mis­são Per­ma­nen­te, se­ria o su­ces­sor hi­e­rár­qui­co pa­ra as­su­mir o car­go. Ele re­co­nhe­ce, po­rém, não ser pos­sí­vel por não ter res­pal­do das For­ças Ar­ma­das. On­tem, Ola­e­chea su­ge­riu uma re­nún­cia co­le­ti­va e con­vo­ca­ção de elei­ções já.

Mas Viz­car­ra tem am­plo apoio po­pu­lar. A im­pren­sa pe­ru­a­na fa­la que 70% da po­pu­la­ção es­tá a fa­vor do fe­cha­men­to do Con­gres­so.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.