MUNDO PE­GA FO­GO

Metro Brasil (ABC) - - { FOCO} - JOSÉ LUIZ DATENA JOSE.DATENA @ME­TRO­JOR­NAL.COM.BR

O Chi­le, ex­plo­diu. Mor­re­ram 19, fo­ra os fe­ri­dos. O mo­ti­vo, di­fe­ren­ça de ren­da. Aqui tam­bém tem e mui­to. Mas o es­to­pim foi mes­mo o au­men­to do trans­por­te co­le­ti­vo. Foi is­to mes­mo. Sei lá, o po­vo es­tá in­sa­tis­fei­to de San­ti­a­go, pas­san­do por Bei­ru­te até a Chi­na.

Na ver­da­de, as ru­as protestam con­tra os po­lí­ti­cos. Se­ja qual for o país, nin­guém es­tá fe­liz com governo. Por aqui, en­tre tran­cos e bar­ran­cos, Bol­so­na­ro vai le­van­do. Com Paulo Gu­e­des e Mo­ro (es­te qu­es­ti­o­na­do), mas vai. Até quan­do.

Lu­la vai sair da ca­deia e, se quiser apa­gar fo­go com ga­so­li­na, vai con­se­guir. Bom, não sei. Tan­to Lu­la qu­an­to Bol­so­na­ro acho que já per­ce­be­ram que pa­ra o Brasil não ex­plo­dir tem que se­guir o ca­mi­nho do meio. Quer di­zer: não é ho­ra de bri­gar. Prin­ci­pal­men­te com o po­vo bra­si­lei­ro.

Che­ga de au­men­to. So­bre ro­das, bu­são ou trem e no me­trô. Nem pen­sem nis­so. Au­men­tar luz, gás e com­bus­tí­vel é meio ca­mi­nho an­da­do pa­ra lo­tar as ru­as com paus e pe­dras. Au­men­to de im­pos­to tam­bém. Me­lhor ser ge­ren­te do po­vo e, em vez de pa­dro­ni­zar a mi­sé­ria, dis­tri­buir em­pre­gos de ver­da­de. Me­nos mi­sé­ria, mais pão e sa­lá­ri­os de­cen­tes, es­te é o ca­mi­nho. Sim­ples as­sim.

Go­ver­nem pa­ra o po­vo. Se não for as­sim, aguen­tem paus e pe­dras. Va­mos ver o que so­bra dis­so. Sol­tar po­lí­ti­cos pa­ra be­ne­fi­ci­ar ban­di­dos (po­lí­ti­cos ou não), vão sol­tar ban­di­dos po­de­ro­sos ou não.

O Brasil sol­ta quem mata sem dó ou rou­ba dinheiro pú­bli­co sem dó do mes­mo jei­to. Ma­ni­fes­ta­ção é o me­nor dos nos­sos pro­ble­mas.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.