38 mi­lhões de tra­ba­lha­do­res são in­for­mais

Da­dos di­vul­ga­dos on­tem pe­lo IBGE mos­tram que a ta­xa tri­mes­tral de de­sem­pre­go fe­chou em 11,8%. To­tal de de­so­cu­pa­dos é de 12,5 mi­lhões de pes­so­as. Dos 93,8 mi­lhões que têm tra­ba­lho, 41,4% es­tão em ati­vi­da­de in­for­mal

Metro Brazil (ABC) - - PRIMEIRA PÁGINA -

A ta­xa de de­sem­pre­go no Bra­sil fe­chou o tri­mes­tre en­cer­ra­do em se­tem­bro em 11,8%, uma le­ve que­da em re­la­ção ao tri­mes­tre an­te­ri­or (12%). So­bre igual pe­río­do do ano pas­sa­do, o ín­di­ce fi­cou es­tá­vel, se­gun­do pes­qui­sa do IBGE (Ins­ti­tu­to Bra­si­lei­ro de Ge­o­gra­fia e Es­ta­tís­ti­ca).

O to­tal de de­so­cu­pa­dos so­ma 12,5 mi­lhões de pes­so­as, uma di­mi­nui­ção de 251 mil pes­so­as fren­te ao tri­mes­tre an­te­ri­or.

“Es­sa que­da na ta­xa é nor­mal­men­te ob­ser­va­da nos me­ses de se­tem­bro, é uma sa­zo­na­li­da­de tí­pi­ca do mer­ca­do de tra­ba­lho. O ano ge­ral­men­te co­me­ça com mais pes­so­as pro­cu­ran­do tra­ba­lho e no 3º tri­mes­tre há ten­dên­cia de re­ver­são”, ex­pli­ca a ana­lis­ta da pes­qui­sa, Adri­a­na Be­rin­guy.

A po­pu­la­ção ocu­pa­da atin­giu 93,8 mi­lhões, um au­men­to de 459 mil pes­so­as. Des­se to­tal, no en­tan­to, 41,4%, ou 38,8 mi­lhões de pes­so­as, es­tão na in­for­ma­li­da­de – pa­ta­mar re­cor­de da sé­rie his­tó­ri­ca, ini­ci­a­da em 2012.

“Do pon­to de vis­ta quan­ti­ta­ti­vo, tem mais pes­so­as tra­ba­lhan­do nes­se tri­mes­tre, mas a ques­tão é a qua­li­da­de des­sa for­ma de in­ser­ção in­for­mal”, res­sal­ta a ana­lis­ta.

O nú­me­ro de em­pre­ga­dos que tra­ba­lham no se­tor pri­va­do sem a car­tei­ra as­si­na­da che­gou a 11,8 mi­lhões de pes­so­as no tri­mes­tre en­cer­ra­do em se­tem­bro, um au­men­to de 2,9% na com­pa­ra­ção com o tri­mes­tre an­te­ri­or e de 3,4% em re­la­ção ao ter­cei­ro tri­mes­tre de 2018.

A ca­te­go­ria tra­ba­lha­do­res por con­ta pró­pria tam­bém apre­sen­tou re­cor­de na sé­rie his­tó­ri­ca, com 24,4 mi­lhões de pes­so­as nes­sa con­di­ção, um au­men­to de 1,2% em re­la­ção ao tri­mes­tre an­te­ri­or e de 4,3% no mes­mo pe­río­do do ano pas­sa­do. Des­se to­tal, 4,9 mi­lhões tem CNPJ, ou se­ja, re­gis­tro co­mo em­pre­sa, e 19,5 mi­lhões não têm.

Se­gun­do Adri­a­na, o cres­ci­men­to da ocu­pa­ção ocor­re des­de 2018, mas não em se­to­res que tra­di­ci­o­nal­men­te apre­sen­tam gran­des con­tra­ta­ções, co­mo in­dús­tria, cons­tru­ção e co­mér­cio, sen­do uma re­a­ção con­cen­tra­da em de­ter­mi­na­dos seg­men­tos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.