Co­ta­ção do dólar fe­cha em no­vo re­cor­de: R$ 4,47

Te­mor do avan­ço do co­ro­na­ví­rus faz mo­e­da su­bir pe­la 7ª ses­são se­gui­da. Bol­sa tem que­da de 2,59%

Metro Brasil (ABC) - - PRIMEIRA PÁGINA -

O dólar su­biu pe­la sé­ti­ma ses­são con­se­cu­ti­va em meio a te­mo­res so­bre a ex­pan­são do co­ro­na­ví­rus. On­tem, a mo­e­da ame­ri­ca­na fe­chou em al­ta de 0,70%, a 4,475, após su­pe­rar os R$ 4,50 du­ran­te o dia.

Com is­so, a co­ta­ção do dólar ba­teu um no­vo re­cor­de no­mi­nal, mes­mo com atu­a­ções do Ban­co Cen­tral no mer­ca­do de câm­bio. No ano, o avan­ço é de 11,64%.

Já o Ibo­ves­pa, prin­ci­pal ín­di­ce da B3, caiu 2,59%, aos 102.983,54 pon­tos, após des­pen­car 7% na vés­pe­ra. Em dois di­as, a Bol­sa bra­si­lei­ra per­deu 9,41%.

O mer­ca­do lo­cal acom­pa­nhou o viés ne­ga­ti­vo no ex­te­ri­or com aver­são a ris­co ge­ra­da pe­las in­cer­te­zas quan­to aos im­pac­tos econô­mi­cos do co­ro­na­ví­rus.

Em Wall Stre­et, o Dow Jo­nes caiu 4,42%. S&P e Nas­daq fe­cha­ram com des­va­lo­ri­za­ção de, res­pec­ti­va­men­te, 4,43% e 4,61%. Na Eu­ro­pa, os prin­ci­pais ín­di­ces re­cu­a­ram mais de 3%.

“O im­pac­to do co­ro­na­ví­rus con­ti­nua sen­do uma in­cóg­ni­ta e uma ame­a­ça pa­ra a eco­no­mia mun­di­al”, dis­se Jef­fer­son Ru­gik, da Cor­re­par­ti Cor­re­to­ra.

No Bra­sil, além do co­ro­na­ví­rus, tam­bém ge­ra pre­o­cu­pa­ções en­tre os in­ves­ti­do­res a bri­ga en­tre o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro e Con­gres­so. “O te­mor é que pos­sa ha­ver al­gum im­pac­to no ca­len­dá­rio de apro­va­ção das re­for­mas”, des­ta­cou a equi­pe da

XP In­ves­ti­men­tos.

O mo­vi­men­to do mer­ca­do re­fle­te as pers­pec­ti­vas so­bre o cres­ci­men­to da eco­no­mia bra­si­lei­ra. “Com as re­cen­tes ques­tões, o país não tem es­pa­ço pa­ra uma re­cu­pe­ra­ção ade­qua­da, o que nos le­va a acre­di­tar ain­da mais em um ce­ná­rio de me­nor cres­ci­men­to”, dis­se Gu­to Ferreira, ana­lis­ta da So­lo­mon’s Brain.

Dólar tu­ris­mo

Pa­ra tu­ris­tas, por vol­ta das 18h, o dólar era ven­di­do en­tre R$ 4,91 e R$ 4,94 no car­tão pré-pago e de R$ 4,70 a R$ 4,76 em es­pé­cie, se­gun­do o si­te Me­lhor Câm­bio. O eu­ro cus­ta­va en­tre R$ 5,41 e R$ 5,43 no pré-pago e de R$ 5,18 a R$ 5,21 em es­pé­cie.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.