Pe­ça traz his­tó­ria ba­se­a­da no Pe­que­no Prín­ci­pe

Metro Brasil (Curitiba) - - CULTURA -

Acon­te­cem nes­te fim de se­ma­na as úl­ti­mas apre­sen­ta­ções do es­pe­tá­cu­lo “O Prín­ci­pe e a Avi­a­do­ra”, uma adap­ta­ção da obra “O Pe­que­no Prín­ci­pe”, do es­cri­tor fran­cês An­toi­ne Saint-Exu­péry.

A pe­ça con­ta a his­tó­ria de dois ir­mãos que têm pou­ca apro­xi­ma­ção e se en­con­tram num so­nho. A ir­mã mais ve­lha as­su­me o pa­pel de per­so­na­gens que di­a­lo­gam com o ir­mão, ago­ra trans­for­ma­do num pe­que­no prín­ci­pe em bus­ca de res­pos­tas e no­vos ho­ri­zon­tes.

En­quan­to ca­da per­so­na­gem mos­tra o qu­an­to as “pes­so­as gran­des” se pre­o­cu­pam com su­per­fi­ci­a­li­da­des e ig­no­ram mo­men­tos ines­ti­má­veis que es­tão à sua fren­te, o ga­ro­to en­xer­ga mui­to além do que os olhos adul­tos con­se­guem. Ele con­vi­da o público a ob­ser­var com aten­ção e com a sen­si­bi­li­da­de de uma cri­an­ça o pla­ne­ta em que ha­bi­ta­mos.

A men­sa­gem da obra po­de ser re­su­mi­da por uma fra­se di­ta pe­la ra­po­sa, per­so­na­gem que en­si­na ao me­ni­no o se­gre­do do amor: “Só se vê bem com o co­ra­ção. O es­sen­ci­al é in­vi­sí­vel aos olhos”.

| DI­VUL­GA­ÇÃO

“O Prín­ci­pe e a Avi­a­do­ra” che­ga às úl­ti­mas apre­sen­ta­ções

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.