Ma­ni­fes­to sen­so­ri­al

Co­nhe­ci­do por shows chei­os de pi­ro­tec­ni­as, exPink Floyd Roger Waters se apre­sen­ta em Brasília com mis­to de nos­tal­gia e crí­ti­ca po­lí­ti­ca

Metro Brazil (Brasilia) - - CULTURA} -

Pa­ra uma es­tre­la co­mo o ex-bai­xis­ta da ban­da bri­tâ­ni­ca Pink Floyd, Roger Waters, ter seu show di­vi­di­do en­tre o aplau­so e a vaia, é pre­ci­so en­vol­ver-se em um te­ma con­tro­ver­so, mas não há na­da que ele gos­te mais do que me­xer com os ves­pei­ros.

Em uma apre­sen­ta­ção na úl­ti­ma ter­ça em São Pau­lo, que abriu sua tur­nê no Bra­sil – que che­ga nes­te sá­ba­do a Brasília –, o can­tor exi­biu nos te­lões a has­tag #elenão e as­so­ci­ou o no­me do can­di­da­to à pre­si­dên­cia Jair Bol­so­na­ro ao de ou­tros “fas­cis­tas mo­der­nos”. “Eu pre­fe­ri­ria não vi­ver sob as re­gras de al­guém que acre­di­ta que a di­ta­du­ra mi­li­tar é uma coi­sa boa”, dis­se ele.

Já era de se es­pe­rar, po­rém, o po­si­ci­o­na­men­to po­lí­ti­co. Waters sem­pre foi bas­tan­te crí­ti­co em re­la­ção a ques­tões co­mo a for­ma co­mo paí­ses têm li­da­do com a on­da con­ser­va­do­ra, com a cri­se dos re­fu­gi­a­dos e com a cau­sa Pa­les­ti­na. Um de seus al­vos pre­fe­ren­ci­ais nes­ta tur­nê já era um dos que ele cha­ma de fas­cis­ta, o pre­si­den­te ame­ri­ca­no Do­nald Trump.

Aqui, o po­si­ci­o­na­men­to po­lí­ti­co, po­rém, aca­bou rou­ban­do a ce­na da che­ga­da de, gos­tan­do ou não, um mi­to da mú­si­ca ao país. E que nes­te sá­ba­do fa­rá sua pri­mei­ra pas­sa­gem por Brasília, nes­te sá­ba­do, no Es­tá­dio Ma­né Gar­rin­cha. A tur­nê “Us + Them”, pas­sa tam­bém por Sal­va­dor, Be­lo Ho­ri­zon­te, Rio de Ja­nei­ro, Curitiba e Por­to Ale­gre. Os in­gres­sos es­tão à ven­da por por de R$ 300 a R$ 720 – a de­pen­der do se­tor (ven­das no link goo.gl/hWpqBb).

Aos 75 anos, o mú­si­co tem um le­ga­do ar­tís­ti­co de pe­so pa­ra de­fen­der no show. O re­per­tó­rio pro­me­te mes­clar fai­xas do rock pro­gres­si­vo da an­ti­ga ban­da a al­gu­mas can- ções de mai­or ex­pres­são de sua car­rei­ra so­lo, em es­pe­ci­al do ál­bum “Is This The Li­fe We Re­ally Want?”. Lan­ça­do no ano pas­sa­do, o tra­ba­lho que­brou um hi­a­to de 25 anos de Waters sem apre­sen­tar um no­vo dis­co de es­tú­dio.

Hits do Pink Floyd co­mo “Wish You We­re He­re” e “The Wall”, po­rém, são pre­sen­ças de des­ta­que no se­tlist de cer­ca de 20 fai­xas, emol­du­ra­das por for­tes re­cur­sos vi­su­ais.

O ar­rou­bo téc­ni­co, aliás, é um dos as­pec­tos que mais atrai nos shows de Waters, com di­rei­to a tro­ca de fi­gu­ri­no, te­lões com imagens es­pe­ta­cu­la­res (e po­li­ti­za­das) e mu­dan­ças ce­no­grá­fi­cas no pal­co ao lon­go da apre­sen­ta­ção.

Show em São Pau­lo ge­rou po­lê­mi­ca ao as­so­ci­ar Bol­so­na­ro ao fas­cis­mo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.