Bol­sa de va­lo­res atin­ge re­cor­de his­tó­ri­co

Re­for­ma da Pre­vi­dên­cia e acor­do en­tre EUA e Chi­na fi­ze­ram Ibo­ves­pa ul­tra­pas­sar 93 mil pon­tos

Metro Brazil (Campinas) - - Primeira Página -

O Ibo­ves­pa, prin­ci­pal ín­di­ce da B3, su­biu pe­lo se­gun­do dia con­se­cu­ti­vo e fe­chou em al­ta de 1,72%, a 93.613,04 pon­tos, no­vo re­cor­de no­mi­nal. É a pri­mei­ra vez que a Bol­sa su­pe­ra os 93 mil pon­tos.

O dólar caiu 0,75%, a R$ 3,6878 na ven­da, me­nor ní­vel des­de 26 de ou­tu­bro (R$ 3,6546). Foi a quin­ta que­da em seis pre­gões, le­van­do a mo­e­da ame­ri­ca­na a acu­mu­lar no ano re­cuo de 4,85%.

No país, o mer­ca­do aguar­da o anún­cio de uma pro­pos­ta de re­for­ma da Pre­vi­dên­cia pe­lo go­ver­no Jair Bol­so­na­ro.

“O fo­co na re­for­ma da Pre­vi­dên­cia, as­sim co­mo a bus­ca de uma re­for­ma mais abran­gen­te, é po­si­ti­vo e bem re­ce­bi­do pe­lo mer­ca­do, mas o pre­si­den­te ain­da não viu a pro­pos­ta ou ba­teu o mar­te­lo so­bre o te­ma, e mu­dan­ças ain­da po­dem ocor­rer, o que po­de­ria su­a­vi­zar a pro­pos­ta an­tes de a mes­ma ser en­via- da ao Con­gres­so”, pon­de­rou a XP em re­la­tó­rio.

Tam­bém pre­do­mi­nou na ses­são o oti­mis­mo de que EUA e Chi­na pos­sam avan­çar na di­re­ção de um acor­do co­mer­ci­al após três di­as de reu­niões, ali­vi­an­do os te­mo­res de uma gu­er­ra co­mer­ci­al ge­ne­ra­li­za­da.

O ga­bi­ne­te do re­pre­sen­tan­te de Co­mér­cio dos EUA in­for­mou que a Chi­na pro­me­teu com­prar “um vo­lu­me subs­tan­ci­al” de bens e ser­vi- ços agrí­co­las, ener­gé­ti­cos e ma­nu­fa­tu­ra­dos dos EUA.

Bol­so­na­ro co­me­mo­ra

Pe­lo Twit­ter, o pre­si­den­te co­me­mo­rou o re­cor­de do Ibo­ves­pa. “A Bol­sa de va­lo­res atin­giu mais uma má­xi­ma his­tó­ri­ca. O ce­ná­rio mun­di­al so­mou-se ao oti­mis­mo no Bra­sil com o no­vo go­ver­no. Com saú­de fis­cal e li­ber­da­de econô­mi­ca, va­mos res­ga­tar a con­fi­an­ça em nos­so país!”, dis­se.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.