Aci­den­te com la­rei­ra aler­ta pais pa­ra ris­cos

Me­ni­na de se­te anos, de Por­to Ale­gre, so­freu quei­ma­du­ras em ca­sa. Pe­río­do re­quer cui­da­dos com cri­an­ças

Metro Brazil (Curitiba) - - BRASIL -

No do­min­go pas­sa­do, uma me­ni­na de se­te anos so­freu um aci­den­te gra­ve den­tro da pró­pria ca­sa, em Por­to Ale­gre. Ela caiu em uma la­rei­ra ace­sa e fi­cou com quei­ma­du­ras por to­do o cor­po. Des­de en­tão, es­tá in­ter­na­da na Uni­da­de de Qu­ei­ma­dos do Hos­pi­tal de Pron­to So­cor­ro, on­de seu qua­dro de saú­de me­lho­rou nos úl­ti­mos di­as e, atu­al­men­te, é es­tá­vel.

Em­bo­ra o ca­so da me­ni­na, cu­ja iden­ti­da­de é pre­ser­va­da, se­ja de al­to grau de ris­co e in­co­mum, aci­den­tes do­més­ti­cos com cri­an­ças ocor­rem com mui­ta frequên­cia, ain­da mais nos pe­río­dos de fé­ri­as, quan­do elas pas­sam mais tem­po em ca­sa.

E es­ses ti­pos de aci­den­tes po­dem ser mui­to pe­ri­go­sos pa­ra os pe­que­nos, co­mo aler­ta o or­to­pe­dis­ta e trau­ma­to­lo­gis­ta Ál­va­ro An­dre Ro­dri­gues, do Hos­pi­tal Uni­ver­si­tá­rio de Ca­no­as. “Os aci­den­tes do­mi­ci­li­a­res li­de­ram em nú­me­ro e gra­vi­da­de. Im­por­tan­te é res­sal­tar que 90% dos aci­den­tes po­de­ri­am ser evi­ta­dos, por­tan­to uma su­per­vi­são re­do­bra­da é ne­ces­sá­ria.”

Al­gu­mas me­di­das po­dem aju­dar a evi­tar os perigos mais co­muns. Ja­ne­las de­vem ser pro­te­gi­das com te­las ou per­ma­ne­ce­rem fe­cha­das, e, tam­bém, re­co­men­da-se que não ha­ja mó­veis por per­to, pa­ra evi­tar que se­jam es­ca­la­dos e re­sul­tem em que­da.

To­ma­das de­vem ser ta­pa­das e fi­os de apa­re­lhos ele- tro­do­més­ti­cos têm que fi­car o mais es­con­di­do pos­sí­vel das cri­an­ças.

To­dos os cô­mo­dos da ca­sa ofe­re­cem ris­cos es­pe­cí­fi­cos pa­ra os pe­que­nos. Na co­zi­nha e área de ser­vi­ço, é ne­ces­sá­rio man­ter fo­ra do al­can­ce, ou cha­ve­a­dos, ob­je­tos cor­tan­tes e pro­du­tos que se­jam tó­xi­cos, se in­ge­ri­dos ou ina­la­dos (con­fi­ra ao la­do di­cas de es­pe­ci­a­lis­tas).

Perigos da rua

Brin­car e pra­ti­car es­por­te na rua tam­bém po­dem re­sul­tar em aci­den­tes. As ocor­rên­ci­as mais co­muns pa­ra a en­tra­da de cri­an­ças em hos­pi­tais são que­das, le­sões e aci­den­tes de trân­si­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.