Frau­de, in­fla­ção al­ta e es­cas­sez de qua­se tu­do – até de li­ber­da­de

Metro Brazil (Curitiba) - - MUNDO -

São vá­ri­as as ra­zões pa­ra a enor­me re­jei­ção do Oci­den­te a Ma­du­ro. A co­me­çar pe­lo pró­prio pro­ces­so elei­to­ral que o man­te­ve no po­der. Ele foi re­e­lei­to em maio do ano pas­sa­do, com 67,8% dos vo­tos, nu­ma elei­ção boi­co­ta­da pe­la opo­si­ção, com al­ta abs­ten­ção (54%) e vá­ri­as de­nún­ci­as de frau­de.

A eco­no­mia do país es­tá em “fran­ga­lhos”. Mai­or pro­du­tor de pe­tró­leo do con­ti­nen­te, a Ve­ne­zu­e­la fe­chou 2018 com uma in­fla­ção de 1.698.844,2%. Fal­tam re­mé­di­os e pro­du­tos bá­si­cos de hi­gi­e­ne. O pe­so mé­dio de 64% da po­pu­la­ção caiu 11 qui­los em 2017 por cau­sa da es­cas­sez de ali­men­tos. No am­bi­en­te po­lí­ti­co, a si­tu­a­ção não é di­fe­ren- te. Opo­si­to­res fo­ram pre­sos ou ví­ti­mas de mor­te sus­pei­ta. E Ma­du­ro con­vo­cou uma no­va Cons­ti­tuin­te for­ma­da ape­nas de par­la­men­ta­res go­ver­nis­tas.

Exaus­ta, a po­pu­la­ção co­me­çou a fu­gir da cri­se. A ONU es­ti­ma que, até o fi­nal des­te ano, 5,9 mi­lhões de ve­ne­zu­e­la­nos te­rão dei­xa­do seu país.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.