Ad­vo­ga­do afir­ma que quar­tel se­ria ‘um ve­xa­me’

Metro Brazil (Espirito Santo) - - BRASIL -

O ad­vo­ga­do Ma­no­el Caetano Fer­rei­ra – par­te da equi­pe de de­fe­sa do ex-pre­si­den­te Lu­la – dis­se on­tem que o pe­tis­ta não acei­tou en­con­trar seus fa­mi­li­a­res em um quar­tel, co­mo de­ter­mi­nou o mi­nis­tro Di­as Tof­fo­li, do STF. “Se­ria um ve­xa­me, um des­res­pei­to, que ele fos­se se en­con­trar com a fa­mí­lia, em um mo­men­to co­mo es­se, em um quar­tel”, afir­mou.

Fer­rei­ra cri­ti­cou a de­mo­ra da 12ª Va­ra Fe­de­ral de Cu­ri­ti­ba, da Po­lí­cia Fe­de­ral e do STF no ca­so. “A de­ci­são foi pro­fe­ri­da quan­do o cor­po já es­ta­va bai­xan­do à se­pul­tu­ra. Nes­se sen­ti­do, a de­ci­são não tem mes­mo co­mo ser cum­pri­da”, dis­se. “Ele (Lu­la) sen­tiu mui­to não po­der se des­pe­dir do ir­mão”.

| ERNANI OGATA

Ma­no­el Fer­rei­ra em en­tre­vis­ta on­tem na PF de Cu­ri­ti­ba

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.